Início Atualidade Fenómenos da Natureza Tâmega galgou margens e atingiu zona comercial em Chaves

Tâmega galgou margens e atingiu zona comercial em Chaves

57
0

O rio Tâmega galgou as margens em Chaves, no distrito de Vila Real, atingindo esta madrugada espaços comerciais na zona ribeirinha, junto à ponte romana, disse hoje fonte da Proteção Civil Municipal.

O vereador da Proteção Civil, Nuno Chaves, afirmou à agência Lusa que, devido ao agravamento das condições meteorológicas verificadas no domingo, foram alertados os residentes e comerciantes das zonas ribeirinhas da cidade para a adoção de medidas preventivas e salvaguarda de bens.

Foram também interditadas algumas vias junto à zona ribeirinha, de forma a impedir o estacionamento de viaturas.

Publicidade

O responsável referiu que está a ser feita uma permanente monitorização do caudal do rio Tâmega que, segundo adiantou, desde domingo, tem “subido a todas as horas”.

“Neste momento o rio está a uma cota de 2,95 (metros) acima daquilo que é a cota normal para este período”, especificou, explicando que, apesar de um desagravamento das condições meteorológicas verificado hoje, o rio continua receber a água resultante da precipitação intensa dos últimos dias.

Nuno Chaves apontou que, em resultado da cheia, se verificaram inundações em “dois a três espaços comerciais” na zona ribeirinha, junto à ponte romana, bem como em terrenos agrícolas, não havendo, para já, forma de “quantificar eventuais prejuízos”.

Devido à precipitação intensa, verificaram-se ainda inundações em habitações e outros espaços comerciais, bem como pontualmente deslizamentos de terras para estradas, situações que têm sido resolvidas pelos serviços de Proteção Civil com o apoio das corporações de bombeiros.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) colocou o distrito de Vila Real em alerta vermelho no domingo devido à precipitação intensa. Em igual situação estiveram os distritos do Porto, Viana do Castelo, Braga e Aveiro.

Artigo anteriorGoverno: “Assegurámos sempre a estabilidade das políticas” e as contas certas – Costa
Próximo artigoCODU com problemas de comunicações e INEM aciona planos de contingência

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui