Início Desporto Futebol João Félix emprestado pelo Atlético de Madrid ao Chelsea até fim da...

João Félix emprestado pelo Atlético de Madrid ao Chelsea até fim da época

56
0

O internacional português João Félix vai jogar no Chelsea, 10.º classificado da Liga inglesa de futebol, até ao final da época, por empréstimo do Atlético de Madrid, anunciaram hoje os clubes.

“O Atlético de Madrid e o Chelsea alcançaram um acordo para a cessão de João Félix até ao final da presente temporada. Além disso, o avançado português prolongou o vínculo com o nosso clube por mais uma temporada, até junho de 2027”, lê-se no sítio do clube espanhol na Internet.

O avançado de 23 anos vai jogar nos ‘blues’ até ao final da época, reforçando as opções do treinador Graham Potter para o resto da temporada.

Publicidade

“O Chelsea é um dos grandes clubes do mundo e espero ajudar a equipa a alcançar os seus objetivos, pelo que estou muito, muito feliz por estar aqui e muito entusiasmado por jogar em Stamford Bridge”, afirmou Félix, citado pelo emblema inglês.

Eliminado da Liga dos Campeões (e das competições europeias) na fase de grupos, numa ‘poule’ que incluía o apurado FC Porto, o Atlético prossegue uma La Liga irregular, no quinto lugar, com 27 pontos, já a 14 do líder FC Barcelona.

Do lado dos londrinos, a situação não é muito melhor, uma vez que os campeões europeus em 2020/21 são 10.ºs classificados na Premier League, já a 10 pontos dos lugares de acesso à ‘Champions’, em que se apurou para os oitavos de final nesta temporada.

O técnico Graham Potter consegue assim o segundo ‘reforço’ para a frente de ataque, além de David Datro Fofana, de 20 anos, juntando Félix a Pulisic, Havertz, Aubameyang e Sterling.

Este ano, Félix soma 20 jogos e cinco golos pelos ‘colchoneros’, em mais uma temporada irregular, a toada desde que deixou o Benfica em 2019 para cumprir, ao todo, 131 encontros (34 golos) pelos madrilenos.

Depois de 20 tentos em 34 partidas pelos ‘encarnados’, o avançado saiu para Espanha por 120 milhões de euros, uma transferência recorde no futebol nacional, mas a relação fragmentada com o treinador argentino Diego Simeone e a instabilidade, a espaços, nas exibições, levaram à saída, por empréstimo.

O ‘Golden Boy’ de 2019 já conquistou campeonatos nacionais em Portugal e Espanha, além de uma Liga das Nações pela seleção portuguesa, com 28 internacionalizações ‘AA’ e quatro golos, tendo recentemente marcado um golo no Mundial2022, disputado no Qatar.

Artigo anteriorSeis pessoas esfaqueadas em estação de comboios de Paris, atacante alvejado
Próximo artigoEmigrantes portugueses optam cada vez mais por países nórdicos e do Benelux

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui