Início COVID-19 Covid-19: OMS está a avaliar risco de nova subvariante viral que se...

Covid-19: OMS está a avaliar risco de nova subvariante viral que se propaga rapidamente

67
0
Foto: Denis Balibouse / REUTERS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) indicou hoje estar a avaliar o risco da nova subvariante XBB.1.5 do coronavírus da covid-19, que está a propagar-se rapidamente em vários países e pode ser mais transmissível.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse em videoconferência de imprensa que a organização “está a acompanhar de perto e a avaliar o risco” desta subvariante, que “se propaga rapidamente”, e “informará de acordo” com os novos dados que forem obtidos.

A subvariante XBB.1.5 da variante Ómicron do SARS-CoV-2 resulta de uma recombinação de duas sublinhagens BA.2 e já foi detetada em 29 países, incluindo Estados Unidos, onde já representa cerca de 40% dos casos de covid-19.

Publicidade

Segundo o Centro de Prevenção e Controlo de Doenças dos Estados Unidos, esta subvariante “pode ser mais transmissível”, embora se desconheça ainda se terá efeitos “mais graves”.

A líder técnica da OMS na resposta à covid-19, Maria Van Kerkhove, foi mais longe e afirmou hoje, na videoconferência de imprensa, citada pela agência AFP, que a XBB.1.5 “é a subvariante mais transmissível detetada até agora”.

O Grupo Consultivo Técnico da OMS sobre a Evolução do Vírus SARS-CoV-2 mencionou, em comunicado, que está a avaliar o “aumento rápido da proporção” da subvariante nos Estados Unidos e noutros países.

A covid-19 é uma doença respiratória infecciosa causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, um tipo de vírus detetado há três anos na China e que se disseminou rapidamente pelo mundo, tendo assumido várias variantes e subvariantes, umas mais contagiosas do que outras.

A doença é uma emergência de saúde pública internacional desde 30 de janeiro de 2020 e uma pandemia desde 11 de março de 2020.

Artigo anteriorLuxemburgo: Controlos de velocidades (5 janeiro)
Próximo artigoSporting de Braga visita Açores com ‘mira’ apontada ao segundo lugar e ao líder

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui