Início Conflitos Buscas na Câmara de Setúbal relacionadas com urbanismo em processo sem arguidos

Buscas na Câmara de Setúbal relacionadas com urbanismo em processo sem arguidos

22
0

As buscas realizadas na Câmara de Setúbal incidiram sobre “processos de contratação pública na área do urbanismo”, revelou a autarquia, tendo a Polícia Judiciária (PJ) adiantado que não há para já arguidos constituídos.

Numa nota, a Câmara de Setúbal, presidida por André Martins (CDU), admite que os seus serviços foram alvo de buscas pela PJ “em processos relacionados com contratação pública na área do urbanismo”.

“A Câmara Municipal está a dar toda a colaboração à PJ e dará todos os esclarecimentos necessários solicitados pelas autoridades competentes”, acrescenta a autarquia.

Publicidade

Na nota, a câmara sadina remete ainda mais esclarecimentos para as autoridades policiais.

Em declarações à agência Lusa, o diretor da PJ de Setúbal, João Bugia, disse que foram apreendidos vários documentos na sequência destas buscas e que o processo em causa não tem arguidos constituídos para já.

As buscas à Câmara de Setúbal terminaram ao fim da manhã desta segunda-feira , tendo os inspetores da PJ abandonado os Paços do Concelho pelas 12:45.

Fonte oficial daquela autarquia tinha adiantado à Lusa que a PJ estava a fazer buscas no edifício dos Paços do Concelho relacionadas com “processos de contratação pública”.

No entanto, escusou-se a revelar pormenores sobre os processos de contratação pública que estarão sob investigação do Ministério Público.

Artigo anteriorFutebolista alemã Anna Gasper assina pelo Benfica até 2025
Próximo artigoTaça da Liga: Sporting e Arouca disputam vaga na final

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui