Início Desporto Voleibol Benfica vence Sporting na ‘negra’ na segunda fase do nacional de voleibol

Benfica vence Sporting na ‘negra’ na segunda fase do nacional de voleibol

26
0
Foto: João Paulo Trindade / SL Benfica

O Benfica venceu hoje na ‘negra’ o Sporting em jogo da sexta jornada da série A da segunda fase do campeonato nacional de voleibol, por 3-2, e mantém a liderança isolada, agora com 24 pontos.

Num encontro com duas caras, onde o Benfica foi superior nos primeiros dois parciais e o Sporting no terceiro e quarto. A verdade é que, a jogar em casa, os ‘leões’ até nem entraram mal no jogo. Concentrados e organizados foram conseguindo equilibrar as forças, numa fase em que as equipas estavam a estudar as fragilidades uma da outra.

No primeiro parcial, depois de um período do ‘ora agora pontuo eu, ora agora pontuas tu’, quando Benfica conquistou o 12º ponto tudo mudou.

Publicidade

Começou a distanciar-se do Sporting e quando teve uma vantagem de quatro pontos (16-12) não mais largou a liderança do marcador, fortemente impulsionada pelo ‘zona 4’ Raphael Oliveira, acabando por vencer por 25-19.

A puxar pelos galões de tricampeões, os comandados de Marcel Matz mantiveram o foco e rapidamente ganharam uma almofada de cinco pontos (8-3) e ao longo do segundo set a equipa liderada por João Coelho não teve arte nem engenho para sequer beliscar os ‘encarnados’, acabando por cair por claros 25-18, depois de terem estado a perder por oito pontos (18-10).

Num momento em que até os poucos adeptos presentes no Pavilhão João Rocha acreditavam numa reação do Sporting, eis que depois de corrigir os erros de serviço e de bloco, os ‘leões’ entraram mais fortes. Ganharam uma superioridade de cinco pontos (13-8). O Benfica bem tentava fazer a reviravolta, mas não estava a conseguir reagir. Quase parecia manietado.

O jogo foi aquecendo. Os jogadores do Benfica contestaram um ponto, quando o Sporting fez o 16-12, alegando que a bola tinha batido fora. Contudo a dupla de arbitragem, constituída por Ricardo Ferreira e Sofia Costa, manteve a decisão e na sequência André Aleixo veria a cartolina vermelha, o que atribuiu mais um ponto aos ‘leões’.

Apesar da garra motivada por este orgulho ferido, o melhor que o Benfica conseguiu foi estar a dois pontos (22-20), acabando por perder o terceiro parcial por 25-22.

A conquista deste ponto acabou por acordar o Sporting e revelar-se um autêntico soco no estômago do Benfica, que entrou com o ‘pé esquerdo’ no set seguinte.

O Sporting chegou ao 3-0 com relativa facilidade. O Benfica ainda conseguiu empatar (3-3), mas depois os ‘verdes e brancos’ descolaram para um 10-5. Os ‘encarnados’ voltaram a igualar (11-11), mas depois voltaram a estar em desvantagem de dois e três pontos.

A equipa de Alvalade acabou por levar a melhor (25-20), deixando o jogo em aberto para a ‘negra’.

Neste parcial do tudo ou nada, o Benfica entrou melhor e foi comandando as operações, na troca de campo vencia por quatro (8-4) e quando chegou aos 12-7 ficou claro que o triunfo cairia para os lados da Luz.

Jogo realizado no Pavilhão João Rocha, em Lisboa.

Sporting – Benfica, 2-3.

Parciais: 19-25 (28 minutos), 18-25 (27), 25-22 (30), 25-20 (28) e 10-15 (18).

Sob a arbitragem de Ricardo Ferreira e Sofia Costa, as equipas alinharam:

– Sporting: Josué Lopez, Thiago Gelinski, Gabriel Bertolni, Pedro Cardoso, Tiago Barth e Gil Meireles (líbero). Jogaram ainda: Joaquín Gallego, Kelton Tavares, José Masso, Brian Melgarejo e José Jardim.

Treinador: João Coelho.

– Benfica: Raphael Oliveira, Peter Wohlfahrtstatter, Aaro Nikula, Tiago Violas, André Aleixo e Ivo Casas (líbero). Jogaram ainda: Thales Falcão, Bernardo Westermann, Hugo Gaspar e Pablo Machado.

Treinador: Marcel Matz.

Assistência: cerca de 500 espetadores.

Artigo anteriorSporting de Braga ganha em casa do Paços de Ferreira com golo nos últimos minutos
Próximo artigoMilitante de extrema-direita queima cópia do Corão junto à embaixada turca em Estocolmo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui