Início Atualidade Fenómenos da Natureza Mau tempo: Sapadores de Lisboa registam 292 ocorrências devido a inundações

Mau tempo: Sapadores de Lisboa registam 292 ocorrências devido a inundações

87
0
Vários estabelecimentos comerciais na zona de Algés encontram-se alagados e com muita lama, após as inundações da última noite na zona de Lisboa, 08 dezembro 2022, em Algés. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Os Sapadores Bombeiros de Lisboa registaram 292 ocorrências entre as 21:00 de quarta-feira e as 07:30 de hoje devido ao mau tempo que se abateu na capital, a maioria das quais inundações em habitações e na via pública.

Fonte dos Sapadores Bombeiros de Lisboa disse à Lusa esta manhã que das 292 ocorrências registadas, “a grande maioria, 162 foram inundações em espaços privados, habitações, e 96 na via pública”.

As zonas da cidade que foram mais afetadas pela chuva foram as de Benfica, nomeadamente a freguesia de São Domingos de Benfica e Alcântara, zona da avenida 24 de julho.

Publicidade

De acordo com a mesma fonte, até ao momento, há a lamentar a morte de uma mulher de 55 anos na noite de quarta-feira em Algés, concelho de Oeiras, devido a uma inundação na sua habitação provocada pelas chuvas fortes.

“De momento [07:45] só temos 14 ocorrências ativas, tendo em conta que a situação está estabilizada”, disse a mesma fonte, adiantando, no entanto, que “como as pessoas começam a acordar agora é possível que o número de ocorrências venha a aumentar”.

Os distritos de Lisboa, Faro e Santarém estiveram até cerca das 02:30 de hoje em aviso vermelho, devido às previsões de chuva forte e trovoada, o mais grave de uma escala de três, é emitido sempre que existe uma situação meteorológica de risco extremo.

Setúbal, Leiria e Beja foram colocados em aviso laranja e os restantes distritos em amarelo.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) elevou o estado de alerta para laranja nos distritos de Lisboa, Setúbal, Faro e Santarém até às 14:00 devido às chuvas fortes que se fazem sentir no continente.

O comandante nacional de Emergência e Proteção Civil, André Fernandes, disse ainda que Leiria, Beja, Évora e Portalegre se encontram em alerta amarelo.

Falando na sede da ANEPC em Carnaxide, em Oeiras, ao início da madrugada, André Fernandes indicou que no distrito de Lisboa e Setúbal havia várias estradas e linhas de comboio cortadas.

Os 18 distritos de Portugal Continental encontram-se hoje sob aviso amarelo, devido à previsão de chuva por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada e de rajadas fortes de vento.

Também os arquipélagos dos Açores e da Madeira estão sob aviso amarelo devido sobretudo à agitação marítima e ao vento forte.

O aviso amarelo corresponde a uma “situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica”.

Artigo anteriorMau tempo fez 27 desalojados em Lisboa – Balanço da Proteção Civil
Próximo artigoMundial2022: Otávio quer “é ganhar a final” e alerta para percurso de Marrocos 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui