Início Futebol Liga Portuguesa Gonçalo Ramos eleito melhor jogador da I Liga em outubro e novembro

Gonçalo Ramos eleito melhor jogador da I Liga em outubro e novembro

48
0

O internacional português Gonçalo Ramos, avançado do Benfica, foi eleito melhor futebolista da I Liga em outubro e novembro, à frente de Rafa e Enzo Fernández, num pódio totalmente benfiquista, informou hoje a Liga de clubes.

Gonçalo Ramos, que já tinha sido designado melhor avançado do campeonato naqueles meses, marcou cinco golos em igual número de encontros, incluindo um ‘bis’ ao Rio Ave (vitória por 4-2) e outro ao Gil Vicente (3-1), além de um golo no triunfo sobre o Desportivo de Chaves, por 5-0.

O avançado, de 21 anos, integrou depois a seleção portuguesa que participou no Mundial2022, tendo marcado um ‘hat-trick’ na goleada por 6-1 sobre a Suíça, nos oitavos de final, antes de Portugal ser eliminado nos ‘quartos’, ao perder com Marrocos, por 1-0.

Publicidade

Gonçalo Ramos recolheu 21% dos votos dos treinadores principais da I Liga, superando ligeiramente a votação de Rafa, que recebeu 20%, enquanto Enzo Fernández teve a preferência de 8%, antes de brilhar no Mundial2022 em representação da Argentina, pela qual vai disputar a final no domingo, frente à França, campeã em título.

O internacional português já tinha sido designado melhor avançado dos meses de outubro e novembro, nos quais ajudou o Benfica a consolidar a liderança da competição, de novo à frente de Rafa, segundo colocado, e do iraniano Taremi, jogador do FC Porto.

Enzo Fernández também tinha sido eleito melhor médio, enquanto o melhor defesa naqueles meses foi outro jogador ‘encarnado’, a revelação António Silva, de 19 anos, e Diogo Costa, guarda-redes do FC Porto, segundo classificado na I Liga, foi distinguido como o melhor na sua posição.

O treinador alemão Roger Schmidt, que ainda não perdeu qualquer jogo oficial na época 2022/23 no comando do Benfica (23 vitórias e quatro empates), foi eleito melhor treinador em outubro e novembro, com 38,1% dos votos, à frente de Rúben Amorim (Sporting) e Moreno (Vitória de Guimarães), ambos com 14,29%.

Artigo anteriorJosé Mota deixa Paços de Ferreira e é sétima saída na edição 2022/23 da I Liga
Próximo artigoGoverno desafia emigrantes a investirem no setor primário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui