Início Futebol Taça da Liga FC Porto acelera para golear Vizela e prosseguir na Taça da Liga

FC Porto acelera para golear Vizela e prosseguir na Taça da Liga

76
0
O jogador do FC Porto Taremi (3-D) festeja com colegas de equipa após marcar um golo contra o Tondela durante o jogo da Taça da Liga de Futebol, no estádio do Dragão, Porto, 16 de dezembro de 2022. JOSÉ COELHO/LUSA

Dois golpes madrugadores em cada metade ajudaram hoje o FC Porto a acelerar para uma goleada caseira face ao também primodivisionário Vizela, por 4-0, selando a consequente entrada nos quartos de final da Taça da Liga de futebol.

No Estádio do Dragão, no Porto, os golos do espanhol Toni Martínez, ao primeiro minuto, facilitado num erro caricato do ‘guardião’ minhoto Fabijan Buntić, dos brasileiros Galeno, aos 48, e Wendell, aos 58, e do iraniano Mehdi Taremi, de penálti, aos 67, construíram o triunfo dos campeões nacionais, em partida da terceira e derradeira jornada do Grupo A.

O FC Porto assegurou o primeiro lugar, com sete pontos, contra dois do Vizela, terceiro, enquanto o Mafra, da II Liga, ascendeu à vice-liderança, com cinco, ao superiorizar-se à mesma hora (2-1) ao primodivisionário Desportivo de Chaves, quarto e último, com um.

Publicidade

Os ‘azuis e brancos’ vão agora receber o Gil Vicente, outro representante da I Liga, que venceu o Grupo E, no terceiro jogo dos quartos de final da prova mais jovem do futebol profissional luso, agendado para quarta-feira, às 20:15, no Estádio do Dragão, no Porto.

Repetindo os titulares do triunfo em Chaves (2-0), o conjunto de Sérgio Conceição puniu logo aos 45 segundos uma distração do guarda-redes Fabijan Buntić, ao adiantar a bola em excesso para ser desarmado por Toni Martínez, que rematou a contar sem oposição.

A equipa de Manuel Tulipa tinha aparecido com três novidades face ao empate em Mafra (1-1) e acentuava desde cedo a urgência de atacar para revigorar as suas aspirações na prova, reagindo ao quarto de hora, num ‘disparo’ frontal de Alex Méndez contra Wendell.

O Vizela estendia-se sem complexos no relvado e voltou a aventurar-se aos 22 minutos, quando Nuno Moreira cruzou a partir da esquerda para uma perdida clamorosa de baliza aberta de Alexander Schmidt, num lance erradamente invalidado devido a posição ilegal.

Toni Martínez ameaçou o ‘bis’ aos 26 minutos, ao chegar atrasado ao centro de Wendell, e aos 29, num ‘tiro’ de longe detido por Buntić, disfarçando uma toada descomprimida do FC Porto, que resgatou o controlo depois da meia hora e viu Galeno errar o alvo, aos 36.

Os campeões nacionais subiram de rendimento com as entradas ao intervalo de Otávio, recentemente utilizado pela seleção nacional no Mundial2022, Evanilson e Taremi, que, aos 47, centrou para uma emenda atrasada de Galeno, autor do 2-0 no minuto seguinte, ao captar um passe de Marko Grujić para ‘arrancar’ na ala esquerda e rematar cruzado.

Um livre de ‘laboratório’ aos 58 minutos, no qual Pepê tocou para o pontapé colocado de Wendell, proporcionou nova contrariedade aos minhotos, que se limitaram a criar perigo aos 64, através de um ‘raide’ do suplente Milutin Osmajić controlado por Cláudio Ramos.

Três minutos depois, Taremi consumou o regresso aos golos pelo FC Porto da marca de penálti, após falta de Kiki Afonso sobre Evanilson, perante a gradual ‘rendição’ do Vizela, que se revelou impotente na segunda etapa para esbater a maior agressividade anfitriã.

Artigo anteriorTrânsito cortado na Rua da Prata, em Lisboa, devido a abatimento do piso
Próximo artigoMoreirense segue na Taça da Liga e deixa Benfica pelo caminho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui