Início Política Carla Castro quer Iniciativa Liberal como terceira força política

Carla Castro quer Iniciativa Liberal como terceira força política

62
0

Carla Castro, candidata à liderança da Iniciativa Liberal assumiu hoje que, caso seja eleita, o partido terá como metas eleitorais eleger nas europeias e ser a terceira força política nacional.

Carla Castro falava na apresentação da sua lista à comissão executiva da IL, afirmando contar com “a melhor equipa” para fazer crescer o partido e o liberalismo em Portugal, marcando a agenda política nacional.

“Para a IL, proponho no partido o que defendemos no país: uma organização descentralizada, plural, com separação de poderes, e onde os membros possam de forma capacitada contribuir para este projeto, em suma, um partido liberal”, declarou.

Publicidade

Robustecer, unir e convocar as energias liberais para retomar o caminho, mostrar as alternativas porque há muito a fazer para tornar o país mais liberal, foram também palavras que dirigiu aos militantes e simpatizantes que compareceram no auditório do Parque de Feiras e Exposições de Aveiro.

“Precisamos estar unidos com muita força cá dentro para vencer lá fora”, disse, concluindo que “o liberalismo funciona e faz falta a Portugal, que precisa de criar riqueza, combater o desperdício, integrar franjas sociais menos representadas”.

Carla Castro defende que o partido se deve assumir como alternativa, “num país devastado pela geringonça e pela governação socialista”, com “um sistema de educação desigual, o caos na saúde, em que o elevador social está estagnado e em que o empresariado é diabolizado”.

O PS esconde os problemas debaixo do tapete”, acusou a aspirante a líder do Iniciativa Liberal, aludindo às “políticas fiscais asfixiadoras” e à “falta de perspetivas para os jovens, que emigram por necessidade”.

Sobre a equipa que propõe para a comissão executiva, Carla Castro disse não poder estar mais animada e confiante, porque “representa o partido que vai além das redes sociais, que vai para as ruas”.

“Consegui reunir a melhor equipa”, concluiu, depois de apresentar um a um os membros que a compõem.

Da atual direção de João Cotrim Figueiredo, que Carla Castro integrou como vogal, apenas transita para a lista da candidata Paulo Carmona que, juntamente com Filomena Francisco ocuparão os cargos de vice-presidentes.

Pedro Silva Martins, Carina Crucho e Orlando Monteiro da Silva são alguns dos nomes que integram a lista para a comissão executiva, que terá como secretário-geral João Cascão e João Leitão como tesoureiro.

Artigo anteriorUm morto e três feridos em operação de Israel na Cisjordânia
Próximo artigoSurfista Teresa Bonvalot suplente no circuito mundial de 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui