Início Atualidade Fenómenos da Natureza Campo Maior com inundações em casas, algumas “quase até ao teto”, devido...

Campo Maior com inundações em casas, algumas “quase até ao teto”, devido à chuva

73
0
Um habitante procede a trabalhos de limpeza após inundações causadas por forte precipitação na última madrugada, no centro histórico de Campo Maior, 13 de dezembro de 2022. O distrito de Portalegre esteve em alerta vermelho devido ao mau tempo, que afetou todo o país. NUNO VEIGA/LUSA

Inundações em habitações, em algumas “quase até ao teto”, em garagens e em vias públicas ou automóveis submersos são alguns dos danos que o mau tempo causou hoje em Campo Maior (Portalegre), revelou fonte camarária.

Contactada pela agência Lusa, a mesma fonte da Câmara de Campo Maior explicou que “caiu uma chuvada tremenda” na zona, o que provocou “muitas inundações”.

“Temos aqui zonas baixas da vila que estão completamente alagadas e estamos a tentar resolver agora a questão, andamos no terreno a resolver os problemas”, afirmou.

Publicidade

Para esta tarde está marcada “uma reunião de emergência do conselho municipal de proteção civil”, indicou a fonte da autarquia.

Na rede social Facebook, circulam várias fotografias sobre as inundações de hoje na vila de Campo Maior, respeitando uma delas ao Largo da Alagoa, em que se vê um ‘mar’ de água barrenta, quase a chegar ao topo dos arcos das ruas e às varandas, com automóveis praticamente submersos.

“Esse é um largo em que a água chegou quase ao teto das casas e há garagens completamente submersas. A coisa complicou-se esta noite, complicou-se bastante”, disse.

De acordo com a fonte, a câmara ainda está a “apurar todos os estragos”, mas não tem registo de vítimas, embora admita que possa haver pessoas que “não deverão conseguir ficar em casa”, devido à água que entrou nas habitações”.

O mau tempo provocou também vários prejuízos no concelho de Monforte, segundo disse à Lusa o presidente do município, Gonçalo Lajem, que classificou a situação como “caótica”.

“Em Monforte está uma situação absolutamente caótica desde as 04:00. Nós temos várias estradas cortadas, vários colapsos de estradas, pontões e muros”, disse.

O autarca, que sublinhou que “não há vítimas nem desalojados”, indicou ainda que há registo de várias inundações em casas, nomeadamente nas freguesias rurais de Vaiamonte, Santo Aleixo e no lugar de Prazeres.

“Há muitos prejuízos, vamos avaliar melhor nas próximas horas”, acrescentou.

Numa nota publicada hoje na página do Comando Territorial de Portalegre da GNR na rede social Facebook, é indicado que, devido às condições climatéricas adversas, estão fechadas estradas nos concelhos de Arronches, Monforte, Elvas, Campo Maior, Avis, Crato, Portalegre e Castelo de Vide.

Já ao início da manhã, fonte da GNR disse à Lusa que o Itinerário Principal 2 (IP2), ao quilómetro 203, perto de Monforte, está cortado ao trânsito, por um troço da estrada se encontrar submerso devido ao mau tempo.

“Há diversas estradas no distrito que apresentam dificuldades”, disse a mesma fonte da GNR, que apelou ao cuidado dos automobilistas e à circulação “estritamente necessária”.

Artigo anteriorEstado do tempo vai agravar-se a partir das 13:00 e até às 18:00 – IPMA
Próximo artigoVítor Pereira vai treinar Flamengo depois de orientar Corinthians

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui