Início Atualidade Fenómenos da Natureza Câmara de Oeiras fecha escolas no concelho e pede a cidadãos que...

Câmara de Oeiras fecha escolas no concelho e pede a cidadãos que regressem a casa

72
0
A field flooded after bad weather this early morning in Lisbon, Portugal, 13 December 2022. The national civil protection appealed to citizens today to restrict the maximum displacement because of bad weather, which caused the night today 275 occurrences in the districts of Lisbon and Setubal and should remain until Wednesday. JOAO RELVAS/LUSA

A Câmara de Oeiras, no distrito de Lisboa, decidiu encerrar todas as escolas do concelho e pediu a todos os cidadãos que regressem a casa devido às previsões de agravamento da chuva ao início da tarde de hoje.

Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, pediu aos encarregados da educação para irem buscar os seus educandos às escolas até ao meio-dia, devido a previsões de agravamento dos períodos de chuva ao final da manhã e início da tarde.

Segundo o autarca, trata-se de uma questão de segurança, para evitar que o trânsito se acumule na hora de ponta e depois de uma madrugada de chuva intensa, que causou derrocadas de muros, cheias e corte de vias no concelho.

Publicidade

No concelho, a Baixa de Algés está hoje de manhã “intransitável”, assim como “a Avenida Marginal entre o Dafundo e Algés, a estrada 117, que liga Queluz de Baixo a Carnaxide, e a EN250 entre Barcarena e Queijas”, indica o município numa nota divulgada na sua página da rede social Facebook, pedindo que os condutores tenham “a máxima cautela nas demais estradas”.

Já na noite de segunda-feira a autarquia tinha anunciado o encerramento do Passeio Marítimo de Algés “por questões de segurança”, devido ao mau tempo, incluindo agitação marítima.

A Proteção Civil nacional apelou hoje de manhã aos cidadãos para restringirem ao máximo as deslocações por causa do mau tempo, que provocou durante a noite 275 ocorrências nos distritos de Lisboa e Setúbal e deverá manter-se até quarta-feira.

Num ponto de situação feito pelas 07:00, o comandante André Fernandes, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), alertou para os fortes condicionamentos de trânsito nos acessos a Lisboa, com inundações e lençóis de água que já obrigaram ao corte de dezenas de vias.

A circulação em várias vias e troços das linhas ferroviárias do Norte, Sintra e de Cascais está suspensa devido ao mau tempo que está a afetar o distrito de Lisboa com chuvas fortes, segundo a Infraestruturas de Portugal (IP).

Artigo anteriorPrimavera Sound do Porto com Kendrick Lamar, Rosalía, Blur e Pet Shop Boys
Próximo artigoPortugal vai ajudar Ucrânia com geradores, aquecedores e lâmpadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui