Início Futebol Taça da Liga Académico de Viseu vence Boavista e vai à ‘final four’ da Taça...

Académico de Viseu vence Boavista e vai à ‘final four’ da Taça da Liga

105
0
Milioransa do Académico de Viseu luta pela bola com Salvador Agra do Boavista durante o jogo da Taça da Liga de futebol disputado no Estádio Municipal do Fontelo, em Viseu, 20 de dezembro de 2022. PAULO NOVAIS/LUSA

O Académico de Viseu garantiu hoje uma histórica presença na ‘final four’ da Taça da Liga de futebol, ao vencer em casa o Boavista, por 2-1, em jogo dos quartos de final da competição.

Os golos de Nduwarugira, aos 56 minutos, e de Bandeira, aos 62, garantiram o apuramento e o dilatar de uma série invicta dos beirões, que não perdem há 15 jogos em jogos oficiais. Onyemaechi ainda reduziu no último dos seis minutos adicionados ao tempo de jogo pelo árbitro João Pinheiro.

O Académico de Viseu entrou melhor na primeira parte e teve algumas aproximações perigosas à área do Boavista, mas os ‘axadrezados’ reagiram e, a partir dos 20 minutos, equilibraram e acabaram por estar melhor até ao intervalo.

Publicidade

Aos 34 minutos, Ibrahima ameaçou Domen Gril, com um remate forte sobre a baliza, mas a melhor oportunidade do primeiro tempo foi mesmo para os viseenses, quando, aos 41 minutos, Gautier Ott se isolou, driblou o guarda-redes João Gonçalves, mas perdeu ângulo e o remate para a baliza deserta saiu ao lado do poste.

No segundo tempo, o Académico de Viseu adiantou-se aos 56 minutos com Nduwarugira a aparecer ao segundo poste, na sequência de um livre, e aproveitou um desvio de André Almeida para marcar.

Petit sentiu o perigo e reforçou a linha avançada com as entradas de Makouta e Yusupha, mas os viseense dilataram a vantagem aos 62 minutos, na melhor jogada do desafio, com uma troca de bola ao primeiro toque a envolver Bandeira, Gautier Ott e Messeguem, com o lateral direito a entrar na área e a ‘fuzilar’ João Gonçalves.

Aos 82 minutos, Bozenick acertou no poste da baliza viseense, e aos 90+3 foi a vez de Yusupha também rematar ao ferro da baliza de Domen.

Quando Onyemaechi reduziu aos 90+6 já não havia tempo para mais, com João Pinheiro, logo a seguir, a apitar e a confirmar a vitória dos comandados de Jorge Costa.

O Académico de Viseu fica agora à espera do vencedor do jogo de quarta-feira, entre o FC Porto e o Gil Vicente, com que vai medir forças numa das meias-finais na ‘final four’ da 16.ª edição da prova, que volta a decorrer pela terceira época seguida no Estádio Municipal de Leiria, entre 24 e 28 de janeiro de 2023.

Jogo disputado no Estádio Municipal do Fontelo, em Viseu.

Académico de Viseu – Boavista: 2-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Nduwarugira, 56 minutos.

2-0, Bandeira, 62.

2-1, Onyemaechi, 90+6.

Equipas:

– Académico de Viseu: Domen Gril, Bandeira, André Almeida, Arthur Chaves, Igor Milioransa, Nduwarugira, Messeguem (Capel, 82), Toro (Paná, 90+1), Ramirez (Yuri Araújo, 71), Gautier Ott e André Clóvis.

(Suplentes: Mbaye, Ícaro Silva, Yuri Araújo, Capela, Tiago Mesquita, Javi Currás, Daniel Labila, Tomás Silva e Paná).

Treinador: Jorge Costa.

– Boavista: João Gonçalves, Reggie Cannon, Malheiro, Rodrigo Abascal, Onyemaechi, Ricardo Mangas (Sasso, 87), Ibrahima (Yusupha, 58), Seba Perez (Joel Silva, 87), Bruno Loureiro (Luís Santo, 80), Bozenik e Salvador Agra (Makouta, 58).

(Suplentes: Bracali, Robson Reis, Reisinho, Yusupha, Joel Silva, Vukotic, Sasso, Makouta e Luis santos).

Treinador: Petit.

Árbitro: João Pinheiro (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Malheiro (20), Milioransa (59), Reggie Cannon (74), Rodrigo Abascal (74), Messeguem (74). Cartão vermelho para Petit (90).

Assistência: Cerca de 2.100 espetadores.

Artigo anteriorSeis anos e meio de prisão para homem que alvejou jovem em Barcelos
Próximo artigoLuxemburgo: Controlos de velocidades (21 dezembro)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui