Início Futebol Liga Portuguesa Sporting vence Vitória com dedo de Amorim e talento de Edwards

Sporting vence Vitória com dedo de Amorim e talento de Edwards

45
0
FOTO: Ricardo Raminhos / Jornal do Luxemburgo

O Sporting regressou hoje aos triunfos na I Liga portuguesa de futebol, com uma vitória tranquila e justa na receção ao Vitória de Guimarães, por 3-0, em jogo da 12.ª jornada da liga portuguesa de futebol.

Porro inaugurou o marcador, aos 34 minutos, com Morita a fazer o 2-0 em cima do minuto 40. Já na segunda parte, aos 55 minutos, o melhor jogador em campo, Marcus Edwards, fez o 3-0 final.

Com esta vitória leonina, o Vitória de Guimarães foi ultrapassado pelo Sporting na classificação. Com 22 pontos, os ‘leões’ sobem ao quarto lugar, embora com mais um jogo do que o Casa Pia, enquanto o Vitória deixou Alvalade com os mesmos 20 pontos com que entrou, na sexta posição da classificação.

Publicidade

O jogo começou intenso em Alvalade, com Sporting e Vitória de Guimarães a disputarem cada palmo de terreno. A partir do primeiro quarto de hora, o Sporting superiorizou-se aos vimaranenses e o primeiro lance de golo surgiu da cabeça de Paulinho, num cabeceamento que passou a escassos centímetros do poste da baliza de Bruno Varela.

Era o primeiro sinal leonino, que logo a seguir teve novo episódio, numa perdida incrível de Pedro Gonçalves, que depois de uma receção perfeita na área se assustou com a presença de Bruno Varela e atirou ao lado.

O Sporting começava a sufocar o Vitória de Guimarães e no lance seguinte esteve por duas vezes próximo da vantagem, com Morita e Porro a desesperarem perante tamanha falta de fortuna.

O Vitória de Guimarães mal conseguia respirar e aos 26 minutos a expulsão de Afonso Freitas deixou os ‘conquistadores’ numa posição ainda mais delicada. Rúben Amorim percebeu onde podia ferir o Vitória, tirou Nazinho para fazer entrar Marcus Edwards e nesse momento resolveu o jogo para os ‘leões’: minutos depois, Matheus Reis, pelo flanco esquerdo, entrou pela área minhota e serviu Porro numa bandeja, com o lateral a cabecear forte para o 1-0, com a bola ainda a sofrer um desvio em Edwards e trair Bruno Varela.

Estava feito o mais difícil, mas o Sporting não sossegou e aos 40 Morita ampliou a vantagem, novamente com Edwards a ser decisivo com um cruzamento milimétrico colocado ao segundo poste que o nipónico só teve de encostar.

O Vitória de Guimarães voltou para a segunda parte com vontade de visar a baliza de Adán, coisa que na primeira parte não conseguiu, mas o Sporting não concedeu veleidades aos minhotos, e aos 55 minutos acabou com a reação do adversário, com Edwards a alargar a vantagem para 3-0. O inglês armou o remate de fora da área, a bola ainda bateu em Bamba e num arco perfeito deixou Varela sem reação.

A ganhar por 3-0, Rúben Amorim optou por refrescar o onze, o jogo perdeu intensidade, mas nem assim o Vitória de Guimarães conseguiu dividir o protagonismo com os leões, que até final estiveram por um par de vezes próximos de festejar novamente, com Paulinho a ter inclusive um golo anulado pelo VAR.

Já a equipa que viajou de Guimarães teve uma noite pouco inspirada e que os números confirmam na plenitude ao ter saído de Alvalade apenas com dois remates enquadrados com a baliza ‘verde e branca’.

Artigo anteriorSporting regressa aos triunfos e sobe de forma provisória ao quarto lugar
Próximo artigoJerónimo diz que Paulo Raimundo está pronto para ser o próximo secretário-geral do PCP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui