Início Comunidades Secretário de Estado Paulo Cafôfo defende “forte valorização” da comunidade na África...

Secretário de Estado Paulo Cafôfo defende “forte valorização” da comunidade na África do Sul

44
0

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafôfo defendeu hoje a “forte valorização” da comunidade portuguesa na África do Sul, para “afirmar” Portugal na maior economia africana.

O governante português, que começou por visitar hoje grandes armadores portugueses e a indústria de transformação de pescado, na Cidade do Cabo, no primeiro dia da sua primeira visita oficial à África do Sul, destacou a “arte da economia” dos compatriotas lusos no desenvolvimento do país africano.

“Esta minha visita vai ter uma forte componente da valorização da nossa comunidade por esta arte da economia, do meio empresarial, e daquilo que tem sido o seu contributo para não só desenvolver a África do Sul e contribuir para esta economia, mas acima de tudo para afirmar Portugal aqui neste país, que é a maior economia de África”, disse Paulo Cafôfo, em declarações à Lusa.

Publicidade

Questionado sobre de que forma é que o executivo de António Costa pretende valorizar a imigração portuguesa na África do Sul, o secretário de Estado destacou a ligação com produtos portugueses, o investimento da diáspora em Portugal e potenciar a notoriedade da comunidade portuguesa na África do Sul.

“Uma valorização acaba por ser esta que aqui estou a fazer no sentido de dar destaque a projetos, mas também tentar promover que estes negócios daqui possam também ter sucesso em termos da ligação com produtos portugueses, mas também aquilo que é aqui feito possa ter um efeito de exportação em Portugal”, salientou.

Nesse sentido, Paulo Cafôfo elencou o Programa Nacional de Apoio ao Investimento da Diáspora (PNAID), que “procura precisamente que da diáspora possam ser canalizados apoios e incentivos de modo que estes empresários possam também investir em Portugal”.

“Esta é uma das componentes, eu gostaria de realçar nesta ligação que nós temos agora em dezembro, do dia 15 ao dia 17, os encontros dos investidores da diáspora e, portanto, temos aqui pessoas que têm capacidade empreendedora, que têm capital, e que podem também elas neste regresso a Portugal, não deixando aqui obviamente os seus investimentos na África do Sul, dando o exemplo do país onde estou, mas querem e podem investir no nosso país”, apontou.

Sobre as expectativas dos empresários portugueses no Cabo, no setor das pescas, que querem ver uma maior interação entre os dois governos para criação de parcerias no setor, Cafôfo considerou ser “uma perspetiva ganhadora”.

“As nossas comunidades acabam por ser sempre ponto de ligação entre os dois governos, e obviamente temos de potenciar a credibilidade e notoriedade que a nossa comunidade tem para poder estreitar laços entre os dois países, e nesta matéria, neste caso, no setor primário, mas também outros, é possível esta ligação e há interesse que assim possa acontecer”, afirmou o governante.

“E, portanto, são ações que iremos desenvolver e continuar a desenvolver para que através da comunidade possam existir melhores relações entre Portugal e a África do Sul e se a essas boas relações se acrescentar um potencial económico obviamente é uma perspetiva ganhadora em todos os sentidos”, acrescentou.

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas visita a África do Sul entre hoje e sábado, na sua primeira visita oficial ao país para contactar a comunidade portuguesa.

Depois da Cidade do Cabo, e antes de terminar em Pretória inclui deslocações à cidade portuária de Durban, Joanesburgo e Benoni, leste da capital económica sul-africana, segundo uma nota enviada à agência Lusa.

Artigo anteriorTornado afeta zona de Alcântara, em Lisboa, causando danos em edifício do Banco Alimentar
Próximo artigoFC Porto vence em Mafra e está nos ‘oitavos’ da Taça de Portugal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui