Início Futebol Taça da Liga Portimonense superior bate Sporting da Covilhã na Taça da Liga

Portimonense superior bate Sporting da Covilhã na Taça da Liga

54
0

O ‘primodivisionário’ Portimonense venceu hoje, por 2-0, na receção ao ‘secundário’ Sporting da Covilhã, com um golo em cada parte, reentrando na discussão pelo primeiro lugar do Grupo E da Taça da Liga de futebol.

O jogo da segunda ronda da prova teve claro domínio dos algarvios, que triunfaram com golos de Ricardo Matos, aos oito minutos, e Anderson Oliveira (77), igualando o Nacional na classificação do grupo, ambos com três pontos, enquanto Gil Vicente e Sporting da Covilhã somam apenas um.

Gil Vicente e Nacional, ambos com menos um jogo, defrontam-se hoje, em Barcelos, a partir das 15:00. 

Publicidade

Alex Costa soma seis derrotas e dois empates em oito jogos desde que se estreou no ‘banco’ no Sporting da Covilhã, mas o emblema serrano já não vence desde agosto (1-0 no terreno do FC Porto B, em jogo da primeira ronda da II Liga).

Após boa entrada dos locais, aos oito minutos, Ricardo Matos isolou-se após interceção e passe de Rui Gomes, contando também com a ‘ajuda’ de um ressalto em Gilberto Silva antes de finalizar a preceito para o seu segundo golo da temporada. 

Numa jogada em que o árbitro auxiliar assinalou inicialmente fora de jogo, mas a decisão foi revertida pelo vídeoárbitro (VAR), os dois centrais serranos ficaram ‘implicados’ pela negativa: N’Diaye pelo mau passe e Ângelo Meneses a colocar o avançado em jogo.

Em vantagem no marcador, os algarvios continuaram com ascendente, ameaçando o segundo em lances de Rui Gomes (28) e Bruno Reis (31), enquanto o Sporting da Covilhã só ‘apareceu’ num ‘tiro’ de fora da área de Jorginho que passou perto do poste esquerdo da baliza de Nakamura (45+1).

Alex Costa lançou duas novas ‘peças’ no reinício, na tentativa de equilibrar a partida, mas a sua equipa teve muitas dificuldades em criar perigo neste período, à exceção de uma incursão de Jorginho pela esquerda travada por Nakamura com excelente defesa (72).

O Portimonense voltara entretanto a ‘reentrar’ no jogo em termos ofensivos, após três mexidas operadas por Paulo Sérgio: Luquinha e Anderson Oliveira desperdiçaram de forma flagrante na mesma jogada (70), o guardião Bruno Bolas negou o golo num cabeceamento de Róchez (73) e o 2-0 chegou aos 77, num remate de Anderson Oliveira dentro da área.

Até final, os algarvios, em busca de um resultado que pode ser decisivo nas ‘contas’ finais do grupo – o primeiro critério de desempate é a diferença de golos -, desperdiçou algumas ocasiões para dilatar a diferença, a mais flagrante num remate de Seck ao poste (84).

Jogo disputado no Estádio Municipal de Portimão.

Portimonense – Sporting da Covilhã, 2-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Ricardo Matos, 08 minutos.

2-0, Anderson Oliveira, 77.

Equipas:

– Portimonense: Nakamura, Ouattara, Pedrão, Filipe Relvas, Gonçalo Costa (Seck, 64), Diaby (Henrique Jocu, 46), Klismahn, Rui Gomes (Luquinha, 64), Bruno Reis (Róchez, 64), Anderson Oliveira e Ricardo Matos (Kim, 80).

(Suplentes: Berke Ozer, Henrique Jocu, Seck, Luquinha, Pastor, Kim, Róchez, Paulo Estrela e Yago Cariello).

Treinador: Paulo Sérgio.

– Sporting da Covilhã: Bruno Bolas, Tiago Lopes, Ângelo Meneses, Seydine N’Diaye, Jorginho, Gilberto Silva (Jaime, 80), Diogo Cornélio (Zé Tiago, 64), Sena Yang (Nuno Rodrigues, 46), Gildo Lourenço, Sodiq Fatai e Agustin Marsico (Kukula, 46).

(Suplentes: Igor Araújo, Adams, Kukula, Zé Tiago, Jaime, Rúben Ferreira e Nuno Rodrigues).

Treinador: Alex Costa.

Árbitro: João Gonçalves (AF Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Diaby (14), Gilberto Silva (43) e Henrique Jocu (90+2).

Assistência: 310 espetadores.

Artigo anteriorMundial2022: Costa Rica bate Japão e continua na corrida aos ‘oitavos’
Próximo artigoMundial2022: Santos lamenta lesão de Danilo e confirma titularidade do “monstro” Pepe

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui