Início Futebol Taça Portugal ‘Hat-trick’ de Rafa Mújica carrega Arouca para os ‘oitavos’ da Taça de...

‘Hat-trick’ de Rafa Mújica carrega Arouca para os ‘oitavos’ da Taça de Portugal

82
0
Rafa Mújica do Arouca festeja o golo frente ao Gil Vicente durante o jogo a contar para a 4ª eliminatória da Taça de Portugal realizado no Estádio Cidade de Barcelos, 8 de Novembro 2022. HUGO DELGADO/LUSA

O Arouca garantiu hoje a passagem aos oitavos de final de Taça de Portugal de futebol, depois de vencer o Gil Vicente por 4-1, resultado alicerçado num ‘hat-trick’ de Rafa Mújica.

O avançado espanhol dos arouquenses frisou o bom momento da equipa, que não perde há oito jogos, apontando os golos aos seis, 38 e 58 minutos, tendo Sema Velázquez, já aos 90+3, dado volume ao resultado.

O tento solitário dos barcelenses, que chegou a empatar a partida, foi apontado por Vítor Carvalho, aos 17 minutos, mas foi insuficiente para impedir a quarta derrota seguida do conjunto orientado por Carlos Cunha, que já na parte final do desafio ficou reduzido a nove elementos, com as expulsões do Kevin Medina e Lucas Cunha.

Publicidade

O Arouca não podia esperar melhor entrada no desafio, pois logo aos seis minutos, no primeiro remate à baliza contrária, colocou-se na frente do marcador, num contra-ataque trabalhado por Anthony e finalizado por Rafa Mújica, aproveitando alguma permeabilidade da defesa da casa.

A madrugadora contrariedade obrigou aos minhotos a assumirem uma proposta mais ofensiva, que depois de iniciais ameaças de Carraça e Murilo, este último com um remate ao poste, acabou por dar frutos, pouco depois do quarto de hora.

Após cruzamento de Fujimoto, Vítor Carvalho esboçou um primeiro cabeceamento que o guardião arouquense João Valido ainda desviou com os pés, mas colocando a bola à mercê do médio gilista, que na recarga atirou para o empate.

Mesmo com a igualdade, os barcelenses mantiveram-se mais ofensivos, e Fran Navarro, aos 30 minutos, num cabeceamento ao lado, esteve perto de operar a reviravolta.

No entanto, ao desperdício do adversário o Arouca respondeu com tremenda eficácia, e, aos 38 minutos, recuperou a dianteira no marcador, de novo com o pragmático Rafa Mújica, que desviou um bom cruzamento de Arsénio.

No regresso do descanso, o Gil Vicente ainda deu mostras de querer relançar o jogo, mas não demorou para que o ‘espetáculo’ de Rafa Mújica regressasse, afirmando-o como homem do jogo.

Depois de mais duas boas chances, quase sempre de contra-ataque, o avançado espanhol chegou ao ‘hat-trick’, ainda antes da hora de jogo, aos 58 minutos, numa recarga astuta a um primeiro remate de David Simão, que ressaltou na defesa gilista.

Com desvantagem pronunciada, os minhotos nunca mais se encontraram e, apesar de ainda tentarem reduzir a diferença, num par remates de Alipour e Fran Navarro, travados por João Valido, foram colapsando animicamente, acabando reduzidos a nove unidades, com as expulsões de Kevin Medina, que travou um adversário quando este isolava, e Lucas Cunha, que teve uma entrada dura sobre outro oponente.

O Arouca aproveitou esse desnorte dos ‘galos’ para, já nos descontos, tornar o castigo dos contrários ainda maior, com Sema Velázquez, capitalizando um corte defeituoso de Mizuki Arai, a rematar para o 4-1 final e a confirmar o apuramento para os oitavos de final da Taça de Portugal.

Jogo no Estádio Cidade de Barcelos, em Barcelos.

Gil Vicente – Arouca, 1-4.

Ao intervalo: 1-2.

Marcadores:

0-1, Rafa Mújica, 06 minutos.

1-1, Vítor Carvalho, 19.

1-2, Rafa Mújica, 38.

1-3, Rafa Mújica, 58.

1-4, Sema Velázquez, 90+3.

Equipas:

– Gil Vicente: Kritciuk, Carraça (Matheus Bueno, 77), Lucas Cunha, Rúben Fernandes, Adrián Marín, Vítor Carvalho (Aburjania, 46), Pedro Tiba (Ali Alipour, 61), Fujimoto, Bilel (Kevin Medina, 61), Fran Navarro e Murilo (Mizuki Arai, 77).

(Suplentes: Brian Araújo, Aburjania, Kevin, Mizuki, Alipour, Henrique Gomes, Matheus Bueno, Tomás Araújo e Danilo).

Treinador: Carlos Cunha.

– Arouca: João Valido, Tiago Esgaio, João Basso, Opoku (Sema Velázquez, 73), Mateus Quaresma, Oriol Busquets, David Simão (Sylla, 64), Alan Ruiz, Arsénio, Antony (Bukia, 64) e Rafa Mújica (Bruno Marques, 73).

(Suplentes: Zubas, Sema Velázquez, Sylla, Milovanov, Yaw Moses, Rafael Fernandes, Bukia, Bruno Marques e Oday Dabbagh).

Treinador: Armando Evangelista.

Árbitro: Gustavo Correia (AF Porto)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Vítor Carvalho (19), Carraça (52), Lucas Cunha (58), Rúben Fernandes (76), Sema Velázquez (78), Alan Ruiz (81) e Bruno Marques (90). Cartão vermelho direto para Kevin Medina (88) e Lucas Cunha (90+1)

Assistência: 714 espetadores.

Artigo anteriorFrança: Emigrante portuguesa esfaqueada até à morte à frente dos filhos
Próximo artigoTornado afeta zona de Alcântara, em Lisboa, causando danos em edifício do Banco Alimentar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui