Início Culturas Música Gipsy Kings atuam nas festas de fim de ano de Coimbra

Gipsy Kings atuam nas festas de fim de ano de Coimbra

57
0
FOTO: Jaime D. Trivino

A banda francesa Gipsy Kings, liderada por um dos membros fundadores do grupo, Tonino Baliardo, vai atuar nas festas de fim de ano de Coimbra, anunciou hoje a Câmara Municipal.

A banda será o cabeça de cartaz da programação da Câmara de Coimbra para animar a passagem de ano de Coimbra, atuando no Largo da Portagem, numa festa que contará com o já habitual fogo de artifício junto ao rio Mondego, divulgou hoje o município, numa apresentação que teve lugar no restaurante Passaporte.

Os Gipsy Kings formaram-se em França a partir de descendentes de membros da comunidade cigana espanhola que fugiram de Espanha durante a guerra civil, e apresentam-se, segundo a organização, “pela primeira vez em Portugal”, na formação liderada por Tonino Baliardo.

Publicidade

A organização, na nota de imprensa, realça que Tonino Baliardo é “um compositor reconhecido mundialmente”, atribuindo-lhe a composição de canções como “Bamboleo” ou “Volare”, quando na verdade o refrão de “Bamboleo” é da autoria do brasileiro André Filho, para Carmen Miranda, e a outra música é do italiano Domenico Modugno, tendo sido interpretada por vários artistas e bandas, entre os quais os Gipsy Kings.

Para além dos Gipsy Kings, atuam também no palco do Largo da Portagem a banda Per7ume, e a dupla de DJ Kiss Kiss Bang Bang.

Já na Praça do Comércio — que será uma espécie de “discoteca a céu aberto” – a animação estará assegurada pelos projetos Insert Coin, Code e Ky-Mo, e, na Praça 8 de Maio, haverá um espetáculo intitulado “Revival Music”, por Rui Tomé e Luís Pinheiro.

O presidente da Câmara, José Manuel Silva, presente na apresentação do cartaz, realçou que apenas pediu ao seu vice-presidente, Francisco Veiga, para “fazer mais e melhor com menos dinheiro”.

“Venham, porque promete. Vamos ter cá os verdadeiros Gipsy Kings, os originais”, salientou.

O vice-presidente da Câmara de Coimbra destacou que foi possível fazer um corte de cerca de 40 mil euros no orçamento, face a 2019, referindo que o investimento global é de 246 mil euros.

Francisco Veiga referiu ainda que o fogo de artifício terá uma duração de cerca de 15 minutos, estando prevista animação até às 06:00.

Questionado sobre como será assegurada uma operação dos transportes urbanos para as pessoas se deslocarem para casa após as festividades, o vice-presidente referiu que, “nesse dia, ninguém vai pensar como vai regressar a casa”, mas assegurou que haverá autocarros ao início da manhã.

Francisco Veiga explicou ainda que, face à intervenção do Sistema de Mobilidade do Mondego na cidade, foi necessário reprogramar obras para garantir que seria possível realizar os festejos no Largo da Portagem.

O autarca referiu ainda que conta “ter mais de 200 mil pessoas” a participarem nas festas organizadas pela Câmara de Coimbra.

Artigo anteriorRonaldo diz que seleção está pronta para “elevar bem alto Portugal”
Próximo artigoPalácio de Belém sem iluminação de Natal para reduzir consumo de energia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui