Início Comunidades Eleitos de origem portuguesa em França reúnem-se pela primeira vez desde o...

Eleitos de origem portuguesa em França reúnem-se pela primeira vez desde o início da pandemia

58
0

Cerca de 150 eleitos de origem portuguesa em França estão hoje reunidos em Paris para debaterem problemáticas locais, como o aumento generalizado do custo de vida e a importância do ensino de língua portuguesa em terras gaulesas.

“Os autarcas vão poder falar e debater sobre o que estamos a viver, já que estamos num momento em que se preparam os orçamentos dos nossos territórios e dos nossos municípios e as questões vão ser à volta de como os territórios se devem organizar perante os aumentos nos preços da energia e os aumentos do custo de vida em geral”, afirmou o presidente da Civica, Paulo Marques, em declarações à Agência Lusa.

Com mais de 20 anos, a Civica é a associação dos eleitos de origem portuguesa em França, reunindo autarcas, mas também deputados, com o intuito de promover a comunidade portuguesa no país, e criar uma rede de apoio entre homens e mulheres com raízes portuguesas em França.

Publicidade

O encontro decorre hoje no Senado, em Paris, com a presença, entre outras figuras, do presidente do Senado, Gérard Larcher, e com intervenções do deputado Ludovic Mendes e da deputada da Assembleia da República Nathalie de Oliveira. Esta é a primeira vez que os eleitos locais portugueses se podem reunir sem restrições desde o início da pandemia, que em França coincidiu com as eleições municipais.

Para os próximos anos, a Civica quer continuar a ter “uma atenção particular ao ensino do português em França”, mas também às pessoas mais frágeis dentro da comunidade portuguesa.

“Também vamos alertar para um cuidado especial com o movimento associativo, com as pessoas com mais dificuldades na comunidade e, neste período, depois de sairmos da covid e com a Guerra na Ucrânia, devemos estar mais perto dos nossos munícipes e da comunidade portuguesa”, detalhou Paulo Marques, que é vereador-adjunto de Aulnay-sous-Bois, na região parisiense.

Recentemente, vários autarcas de origem portuguesa estiveram em Portugal, onde visitaram várias instituições da democracia nacional, tendo visitado o Palácio Belém onde estiveram reunidos com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Para Paulo Marques, esta foi uma visita que marcou todos os eleitos que participaram.

“Marcelo Rebelo de Sousa era para ficar meia hora connosco e ficámos mais de hora e meia e foi um momento para eles nos dar conta do orgulho que Portugal tem dos seus autarcas em França. Ele ficou surpreendido com o número de autarcas de origem portuguesa eleita em França em 2020 e para ele é uma base fulcral da participação dos portugueses e franco-portugueses aqui em França”, declarou.

Estima-se que nas eleições de 2020 tenham sido eleitos cerca de sete mil autarcas de origem portuguesa em França, entre presidente da Câmara, vereadores, mas também conselheiros municipais e conselheiros regionais.

Artigo anteriorFarense vence em Penafiel e reforça segundo lugar na II Liga
Próximo artigoEUA reconhecem vantagem de porto de Sines para receber energia norte-americana

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui