Início Futebol Taça da Liga Benfica iguala segundo melhor registo de invencibilidade a abrir uma época

Benfica iguala segundo melhor registo de invencibilidade a abrir uma época

55
0
Estrela da Amadora player Shinga (R) fights for the ball with Benfica player Joao Vitor (L) during their Portuguese League Cup soccer match held at Magalhaes Pessoa stadium, in Leiria, Portugal, 20 November 2022. PAULO CUNHA/LUSA

O Benfica igualou hoje o seu segundo melhor registo de invencibilidade a abrir uma temporada, ao somar o 26.º jogo sem perder em 2022/23, com um triunfo (3-2) sobre o Estrela da Amadora, para a Taça da Liga.

Em encontro da primeira jornada do Grupo C, os ‘encarnados’ venceram com tentos do croata Peter Musa, de Chiquinho, de grande penalidade, e do alemão Julian Draxler, para igualarem os registos de 1971/72 e 1977/78.

A formação comandada pelo alemão Roger Schmidt, que hoje jogou sem os seis ‘mundialistas’, tem agora 22 vitórias e quatro empates (70-19 em golos) em todas as competições, perdendo apenas para a época 1959/60, iniciada com 31 jogos sem perder.

Publicidade

O Benfica somou o primeiro triunfo na Taça da Liga, ao qual acrescenta uma vitória e um empate na Taça de Portugal e 12 triunfos e uma igualdade, um ‘nulo’ em Guimarães (0-0), na I Liga, que comanda com oito pontos à maior face ao FC Porto, formação que já bateu em pleno Dragão (1-0, com um tento de Rafa).

Quanto à ‘Champions’, e contando a fase de qualificação, em que venceram os quatro jogos, com Midtjylland (4-1 em casa e 3-1 fora) e Dinamo Kiev (2-0 fora e 3-0 em casa), os ‘encarnados’ somam oito triunfos e duas igualdades (28-9 em golos).

Neste percurso, destaque para os dois triunfo sobre a Juventus (2-1 em Turim e 4-3 na Luz) e os dois empates com o Paris Saint-Germain (1-1 em Portugal e em França).

Com 26 jogos sem perder, o ‘onze’ benfiquista vai agora em busca do recorde, conseguido numa época 1959/60, época em que os ‘encarnados’ não disputaram as competições europeias.

Em 1959/60, o Benfica só ‘caiu’ a primeira vez em 29 de maio de 1960, na 30.ª e última ronda do campeonato (1-2 na receção ao Belenenses), enquanto em 1971/72 e 77/78 perdeu a invencibilidade na primeira mão dos quartos de final da Taça dos Campeões Europeus, nos redutos de Feyenoord e Liverpool, respetivamente.

Artigo anteriorEncontrado corpo de pescador de 62 anos desaparecido na barragem do Caia
Próximo artigoNoruega vence Dinamarca e revalida título europeu de andebol feminino

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui