Início Futebol Taça Portugal Taça de Portugal: Benfica evita nos penáltis ‘queda’, Marítimo e Santa Clara...

Taça de Portugal: Benfica evita nos penáltis ‘queda’, Marítimo e Santa Clara eliminados

71
0
FOTO: Ricardo RAMINHOS / Jornal do Luxemburgo

O Benfica, líder da I Liga de futebol, necessitou hoje dos penáltis para afastar o Caldas e manter-se na edição 2022/23 da Taça de Portugal, numa terceira ronda em que os também primodivisionários Marítimo e Santa Clara perderam.

No Campo da Mata, em Caldas da Rainha, Petar Musa marcou para as ‘águias’, aos 53 minutos, mas Gonçalo Barreiras empatou para o ‘vice’ da Série B da Liga 3 (L3), aos 74, estabelecendo o 1-1 no final do tempo regulamentar, que persistiria no prolongamento.

No desempate através da marca dos 11 metros, o Benfica marcou cinco penáltis, contra três do Caldas, que viu Clemente errar o alvo logo na primeira tentativa, abrindo caminho ao triunfo do recordista de troféus, com 26, que disputou o 500.º jogo na prova ‘rainha’.

Publicidade

Com o quarto êxito de sempre dos ‘encarnados’ em desempates por penáltis para a Taça de Portugal, a equipa do alemão Roger Schmidt prossegue invicta esta temporada (14 vitórias e quatro empates), mas só triunfou em uma das últimas cinco partidas, quando restam seis dias para a visita ao FC Porto, no clássico da 10.ª jornada do campeonato.

Numa fase da prova em que os 18 clubes primodivisionários atuam fora de casa, o papel de ‘tomba-gigantes’ é, para já, dividido por dois emblemas da II Liga, casos de Tondela e Mafra, que, em 2021/22, só vacilou nas meias-finais com os beirões, finalistas vencidos.

Se os tondelenses, que na época passada desceram ao escalão secundário, venceram o Santa Clara, 16.º e antepenúltimo da I Liga, por 2-0, os mafrenses derrotaram o lanterna-vermelha Marítimo, que continua sem triunfar em 2022/23, por 4-2, após prolongamento.

Nos restantes jogos entre clubes dos dois escalões profissionais, o Famalicão superou o Trofense pela margem mínima (1-0) e o Vizela precisou do desempate por penáltis (2-1) para ultrapassar o Penafiel, após empate 3-3 no final dos 90 minutos e do tempo extra.

Arouca e Vitória de Guimarães, outro antigo vencedor da prova, ‘selaram’ a continuidade na prova face a Fontinhas (2-0) e Canelas 2010 (3-1), respetivamente, ambos da Liga 3, tal como o Gil Vicente se impôs frente ao Serpa (3-0), do Campeonato de Portugal (CP).

Já o Nacional bateu a Oliveirense (3-1, após prolongamento), num jogo entre emblemas da II Liga, patamar no qual militam o Farense, que ganhou na casa do ‘vizinho’ Imortal (CP), por 3-0, e o Académico de Viseu, vencedor por 1-0 na receção ao Oriental, um dos resistentes dos distritais na Taça de Portugal, a par de Courense e Sporting de Pombal.

Apenas um dos 12 jogos de hoje colocou frente a frente equipas do terceiro escalão, com o Belenenses, vencedor da prova ‘rainha’ em três ocasiões e líder da Série B, a perder a invencibilidade esta temporada no reduto da Sanjoanense, por 3-2, após prolongamento.

FC Porto, detentor do troféu e campeão nacional, Sporting e Sporting de Braga medem forças no domingo com Anadia, Varzim e Felgueiras, respetivamente, todos da Liga 3, num dia que contempla mais 17 encontros e as estreias dos também primodivisionários Paços de Ferreira, Boavista, Portimonense, Rio Ave, Casa Pia e Desportivo de Chaves.

Na sexta-feira, o Estoril Praia foi o primeiro representante da I Liga a entrar em ação, ao impor-se em Amora (L3), por 3-2, enquanto o Moreirense, líder invicto da II Liga, ganhou 3-0 em casa ao Vilafranquense (II) e o BSAD (II) bateu fora o Olhanense (CP), por 2-0.

As partidas da quarta ronda da 83.ª edição da segunda prova mais importante do futebol português decorrem de 08 a 10 de novembro, com o sorteio agendado para terça-feira.

Artigo anteriorSL Benfica teve de sofrer na ‘lotaria’ para derrotar Caldas SC
Próximo artigoGuilherme Oliveira perde título de LMP3 em Portimão com acidente nos últimos minutos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui