Início Política Bolsonaro agradece apoio de líderes europeus de extrema-direita, entre os quais André...

Bolsonaro agradece apoio de líderes europeus de extrema-direita, entre os quais André Ventura

99
0

O presidente Jair Bolsonaro, que pretende ser reeleito no domingo, agradeceu hoje as mensagens de apoio que recebeu de líderes da extrema-direita da Europa, como o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, ou o líder do Chega, André Ventura.

Nas eleições mais polarizadas da história do Brasil, o chefe de Estado está em segundo lugar nas sondagens, que lhe atribuem 36% dos votos válidos, muito distante do líder progressista Luiz Inácio Lula da Silva, que tem 50% e pode garantir a eleição no domingo, sem necessidade de uma segunda volta.

Um dos vídeos partilhados por Bolsonaro nas suas redes sociais foi o do deputado português André Ventura, presidente do partido Chega.

Publicidade

“Em Portugal não temos dúvidas: Jair Bolsonaro é o melhor presidente para os brasileiros. O regresso de Lula da Silva é uma tragédia para os brasileiros, para a América Latina e para os países de língua portuguesa”, disse.

O Presidente brasileiro publicou também um vídeo em que o deputado espanhol Santiago Abascal, presidente do partido da extrema-direita Vox, expressa o seu o apoio ao candidato Bolsonaro nas eleições presidenciais do Brasil, marcadas para o próximo dia 02 de outubro.

“De Espanha quero enviar todo o meu apoio ao presidente Bolsonaro, que neste domingo lidera a alternativa dos patriotas, a de nós que queremos nações livres, prósperas e soberanas, contra o comunismo e o globalismo. Avante Brasil e avante Bolsonaro”, afirma Abascal.

Por sua vez, o primeiro-ministro da Hungria disse: “Conheci muitos líderes, mas vi poucos tão excecionais quanto o presidente Bolsonaro. Foi uma grande honra ter visto e aprendido como ele reduziu impostos, estabilizou a economia, reduziu a criminalidade e preparou o Brasil para um futuro brilhante.

Orban acrescentou que, apesar da pressão da esquerda e da globalização, Bolsonaro foi “corajoso” em colocar Deus acima de tudo no Brasil.

Às presidenciais brasileiras concorrem 11 candidatos: Jair Bolsonaro, Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro Gomes, Simone Tebet, Luís Felipe D’Ávila, Soraya Tronicke, Eymael, Padre Kelmon, Leonardo Pericles, Sofia Manzano e Vera Lúcia.

Caso nenhum dos candidatos obtenha a maioria de 50% mais um voto em 02 de outubro, a segunda volta realiza-se com os dois mais votados no dia 30.

Artigo anteriorLula da Silva encerra campanha em caminhada com clima de festa
Próximo artigoMilhares de britânicos protestam nas ruas de Londres contra inflação e medidas de Liz Truss

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui