Início Desporto Futebol UEFA ameaça FC Porto com exclusão das provas europeias nas próximas três...

UEFA ameaça FC Porto com exclusão das provas europeias nas próximas três épocas

162
0
FC Porto’s Marcano (2-L) celebrates after scoring a goal against Vizela during their Portuguese First First League soccer match held at Futebol Clube Vizela Stadium, Vizela, 14th August 2022. MANUEL FERNANDO ARAUJO/LUSA

O FC Porto “incumpriu ligeiramente” as condições do acordo de ‘fair play’ financeiro da UEFA, anunciou hoje o organismo regulador do futebol europeu, ameaçando excluir o clube das provas continentais nas próximas três épocas.

“Em consequência, a Comité de Controlo Financeiro da UEFA decidiu aplicar uma multa de 100.000 euros e excluir o clube das competições europeias para as quais se venha a qualificar nas próximas três épocas, a não ser que o resultado agregado nos exercícios financeiros de 2019, 2020, 2021 e 2022 estejam em conformidade com os requerimentos de ‘break-even’ [equilíbrio financeiro]”, explicou a UEFA, em comunicado publicado no sítio oficial na Internet.

Na monitorização financeira dos clubes inseridos nas provas continentais em 2021/22, o organismo multou também o Santa Clara, que disputou as pré-eliminatórias da Liga Conferência Europa 2021/22, em 10.000 euros, devido a “pequenas violações aos requisitos de equilíbrio”.

Publicidade

O incumprimento desses “requisitos de equilíbrio” levou o Comité de Controlo Financeiro da UEFA a chegar a acordo com oito emblemas estrangeiros infratores do regime de ‘fair play’ financeiro para o pagamento de um total de 172 milhões de euros (ME) em coimas.

O campeão francês Paris Saint-Germain foi condenado a pagar 65 ME, dos quais 10 ME serão liquidados na íntegra, enquanto os restantes 55 ME ficam retidos em consonância com o cumprimento por parte do clube dos objetivos definidos no acordo de liquidação.

A UEFA sancionou ainda os italianos da Roma (35 ME), do Inter de Milão (26 ME), da Juventus (23 ME) e do AC Milan (15 ME) e os turcos do Besiktas (quatro ME), para além dos franceses do Marselha e do Mónaco, ambos condenados a liquidar dois ME cada.

Artigo anteriorSuíça: Emigrante português gravemente ferido após ter sido atingido a tiro por um vizinho
Próximo artigoLuxemburgo: Combustíveis significativamente mais baratos a partir das 0:00

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui