Início Atualidade Intempéries Proteção civil avisa para chuva intensa e vento forte segunda e terça-feira

Proteção civil avisa para chuva intensa e vento forte segunda e terça-feira

152
0

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil emitiu hoje um aviso à população para a mudança gradual das condições meteorológicas, com chuva intensa e vento forte no início da semana.

O tempo quente e seco que se faz sentir neste domingo mantém-se “em alguns locais”, na segunda-feira, mas “prevê-se uma mudança gradual das condições meteorológicas, do litoral para o interior, com a ocorrência de precipitação forte e vento intenso”.

De acordo com o aviso, “prevê-se precipitação forte e persistente, entre os dias 12 e 13 de setembro, com acumulação significativa nas bacias hidrográficas do Norte e do Centro”.

Publicidade

As autoridades esperam “precipitação, por vezes forte, acompanhada de trovoada” e a possibilidade de acumulação de água significativa “em curtos períodos e rajadas de origem convectiva, em especial nas regiões do Norte, Centro e entre os distritos de Lisboa e Setúbal”.

Nas zonas costeiras, é esperada “ondulação de Oeste/Noroeste, durante o dia de amanhã [segunda-feira], com uma altura significativa até 3,5 metros, em especial na costa oeste da região Sul, e na noite de 12 para 13” de setembro.

A Proteção Civil avisa que “deverá ser dada uma especial atenção às zonas historicamente identificadas como vulneráveis a inundações e em particular em bacias hidrográficas não regularizadas e de escoamento rápido”.

Para prevenção de acidentes, é pedida à população especial atenção a estruturas que se possam soltar com o vento, à possibilidade de quedas de árvores e cuidado na circulação e permanência junto da orla costeira e zonas ribeirinhas.

A Proteção Civil pede ainda que se garanta a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e adoção de uma condução defensiva nas estradas devido à formação de lençóis de água e “a possível acumulação de neve” nalgumas zonas.

Apesar da previsão das primeiras chuvas fortes depois da seca, a Proteção Civil continua a alertar para o perigo dos fogos, devido ao vento e ao estado de secura da vegetação, “especialmente na região interior do Norte e Centro, onde o risco de incêndio rural se mantém nos níveis muito elevado e máximo”.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou todo o país em aviso amarelo, na segunda-feira.

Artigo anteriorCasa Pia consegue reviravolta e impõe sexta derrota ao Paços de Ferreira na I Liga
Próximo artigoPortugal falha ‘tetra’ ao perder com Suíça na final da Liga Europeia de futebol de praia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui