Início Incêndios Três incêndios em Vila Real e Viana do Castelo são os mais...

Três incêndios em Vila Real e Viana do Castelo são os mais preocupantes

72
0

Três fogos, em Vila Real e Viana do Castelo, são os mais preocupantes a nível nacional, prevendo-se “alguma dificuldade de combate” para a tarde de hoje, devido às temperaturas elevadas e à inconstância do vento, segundo a Proteção Civil.

Num ‘briefing’ realizado pelas 12:00 na sede da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), em Carnaxide, Oeiras (distrito de Lisboa), o comandante nacional, André Fernandes, afirmou que em causa estão os fogos que deflagraram no domingo em Samardã e em Mesão Frio, no concelho e no distrito de Vila Real, respetivamente, e na freguesia de Troporiz e Lapela, no concelho de Monção, distrito de Viana do Castelo.

O incêndio que desde domingo lavra em Samardã, Vila Real, é o que mobiliza mais meios, incluindo os dois aviões que a Grécia enviou para Portugal ao abrigo do mecanismo de ajuda europeia. Este fogo mantém-se com três frentes, das quais uma ainda a causar problemas, no Alvão, e duas em consolidação.

Publicidade

De acordo com André Fernandes, ainda não é possível fazer um balanço de área ardida, mas até hoje de manhã arderam cerca de 4,5 mil hectares do Parque Natural do Alvão.

Segundo o representante, “são incêndios complicados, não só pela sua dimensão, mas também pela aérea em que se desenvolvem”.

Outras 18 ocorrências significativas estavam àquela hora em fase de consolidação e vigilância ativa por 1.387 operacionais, 457 veículos e três meios aéreos.

Nos últimos três dias foram registadas 215 ignições de incêndios rurais, combatidos por 8.034 e localizados sobretudo nos distritos do Porto, Braga e Vila Real.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje em risco máximo de incêndio mais de 100 concelhos dos distritos de Bragança, Vila Real, Porto, Aveiro, Viseu, Coimbra, Leiria, Guarda, Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Faro.

Dezenas de outros concelhos de todos os distritos de Portugal continental estão em perigo muito elevado e elevado de incêndio rural.

Segundo o instituto, o perigo de incêndio rural vai manter-se elevado em algumas regiões do continente pelo menos até sexta-feira.

O perigo de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, e os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Artigo anteriorGil Vicente e Famalicão defrontam-se à procura de reagir aos últimos desaires
Próximo artigoVon der Leyen elogia povo ucraniano ao lembrar vítimas de regimes autoritários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui