Início Culturas Música Luxemburgo: Zé Cabra atua em Remich

Luxemburgo: Zé Cabra atua em Remich

1039
0

O cantor português Zé Cabra estará de regresso ao Luxemburgo para atuar no Café de La Poste em Remich a 17 de setembro (22:30).

Casimiro António Serra Afonso, mais conhecido como Zé Cabra (Macedo de Cavaleiros, 25 de junho de 1965), é um cantor popular e entertainer português. Ficou especialmente conhecido a partir de 2001 por cantar de forma desafinada, sendo considerado um dos piores cantores de Portugal.

Casimiro Afonso trabalhou como carpinteiro, pintor de casas, empregado de limpeza e de restauração, tendo estado vinte anos emigrado em França, sempre com a ambição de ser músico.

Publicidade

Em 1997, com 32 anos, pagou 15 mil euros para lançar o primeiro disco, Deixei Tudo Por Ela. A música tornou-se especialmente conhecida em 2001, quando um grupo de estudantes colocou as suas músicas na Internet, acabando depois por ser descoberto pela equipa do programa da manhã da Rádio Comercial, que começou a rodar as suas canções no programa “O Homem que Mordeu o Cão”, de Nuno Markl. No mesmo ano, grava o tema São Lágrimas. Os dois temas são, até hoje, os de maior sucesso e mais conhecidos do público.

A alcunha de Zé Cabra surgiu quando, num cartaz de um espectáculo para estudantes, o seu nome apareceu erradamente como Zé Afonso. Alguém riscou o “Afonso” e colocou “Cabra”, ficando a partir dessa altura conhecido como “Zé Cabra”.

O CD Deixei tudo por ela foi um dos maiores sucessos do verão de 2001, vendendo mais de 40 mil exemplares. O tema faz parte de uma lista dos hits de verão mais estranhos de sempre, cujo sucesso deveria ser objeto de estudo, elaborada pelo jornal espanhol El País.

Ao longo de 2001 participou em muitos espectáculos ao vivo, sendo destaque no talk show Herman SIC, de Herman José.

É lançado depois o CD Malas à Porta, ainda pela Espacial, mas sem o sucesso do primeiro disco. Os dois primeiros discos foram produzidos por Ricardo Landum.

Em 2003, após realizar cerca de 300 espectáculos em Portugal e no estrangeiro, Zé Cabra dedicou-se à restauração, abrindo uma pastelaria numa zona residencial nos limites de Viana do Castelo, a qual acabaria por vender.

Foi convidado para entrar na curta-metragem “Um Homem” de Laurent Simões onde aparece a cantar, e para atuar ao vivo na conhecida casa Maxime, o que acontece em 28 de Abril de 2006. No ano seguinte é editado um DVD, realizado por Laurent Simões, apresentado na Feira Erótica de Lisboa.

Gravou várias versões de sucessos portugueses como “Dunas”, “Patchouli” e “A Minha Casinha” mas não obteve autorização para gravar esses temas.

Em 2007, vivia apenas dos rendimentos da sua música, participando em eventos com regularidade, embora com cachets bem menores que os que conseguia no auge da carreira.

Em 2008, editou um novo CD, “Vou-te Saltar Pra Cima”.

Em Abril de 2010 foi um dos retratados numa reportagem da SIC denominada “E depois da fama”.

O Café de La Poste fica situado no 16, place du Marché – Remich

Artigo anteriorLuxemburgo: Condutor alcoolizado bate em autocarro no meio de cruzamento em Dalheim
Próximo artigoLuxemburgo: Gasolina mais cara a partir das 0:00!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui