Início Incêndios Fogo de Ourém reativou-se ao início da tarde

Fogo de Ourém reativou-se ao início da tarde

63
0
Um bombeiro durante um incêndio em Vales, freguesia de Cercal, concelho de Ourém, 8 de julho de 2022. De acordo com a página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o incêndio está a ser combatibo por 90 operacionais, apoiados por 22 viaturas e 03 meios aéreos. PAULO CUNHA/LUSA

O incêndio no concelho de Ourém que tinha entrado em resolução no sábado reativou-se ao início da tarde de hoje, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Santarém.

Segundo a mesma fonte, o reacendimento do fogo que deflagrou na sexta-feira, em Carvalhal, ocorreu às 14:30.

No local, estava ao início da manhã de hoje um dispositivo com mais de 300 operacionais e cerca de uma centena de veículos em vigilância face a possíveis reativações.

Publicidade

No sábado, em declarações à Lusa, Jorge Gama, comandante dos bombeiros de Vila Nova da Barquinha ao serviço no CDOS de Santarém, alertou que o rescaldo iria ser demorado.

“Com o aumento da temperatura e o vento, a humidade vai baixar bastante e pode haver alguma reativação”, disse.

Portugal entrou hoje, às 00:00, em situação de alerta devido ao “agravamento do risco de incêndio rural” e ao aumento das temperaturas, após semanas com fogos que, só na serra da Estrela, destruiu mais de 28 mil hectares.

A situação de alerta, anunciada na sexta-feira, mas formalizada no sábado, por decisão dos ministérios da Administração Interna, Defesa Nacional, do Trabalho, da Saúde, do Ambiente e da Agricultura, prevê medidas extraordinárias e será reavaliada pelo Governo na segunda-feira.

De hoje até terça-feira, é proibido circular ou permanecer nos espaços florestais previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem, fazer queimadas ou trabalhos nos espaços florestais com recurso a qualquer tipo de maquinaria, com exceção dos que tenham a ver com combate a incêndios.

É igualmente proibido o uso de fogo de artifício ou outros artefactos pirotécnicos, estando suspensas as autorizações que tenham sido entretanto emitidas, de acordo com a informação do Ministério da Administração Interna.

Artigo anteriorPapa preocupado com situação no Nicarágua e pede diálogo
Próximo artigoCasa Pia impõe-se ao Boavista e conquista primeira vitória na I Liga

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui