Início Política PSD/Congresso: Montenegro admite falar com Costa sobre aeroporto, mas rejeita chantagem

PSD/Congresso: Montenegro admite falar com Costa sobre aeroporto, mas rejeita chantagem

76
0
Luís Montenegro, presidente eleito do PSD, discursa no 40.º Congresso Nacional do Partido Social Democrata, que decorre entre sexta-feira e domingo no Pavilhão Rosa Mota, no Porto, 01 de julho de 2022. O Congresso social-democrata que irá consagrar Luís Montenegro como 19.º presidente eleito do partido, o quinto que o PSD realiza no Porto, sendo a segunda vez que o palco é o Pavilhão Rosa Mota, tendo sido a primeira vez neste espaço em novembro de 1992, ou seja, há quase 30 anos. ESTELA SILVA/LUSA

O presidente eleito do PSD, Luís Montenegro, admitiu hoje falar com o primeiro-ministro sobre a futura solução aeroportuária para a região de Lisboa, mas rejeitou chantagens.

“Eu próprio e, seguramente, a nova direção do PSD não aceitamos qualquer chantagem psicológica, política ou institucional nem sobre o ‘timing’ nem sobre o conteúdo da decisão”, assinalou o novo líder do PSD na sua primeira intervenção no 40.º Congresso Nacional do PSD, que decorre até domingo no pavilhão Rosa Mora, no Porto.

No rescaldo da polémica com o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, sobre a solução aeroportuária para Lisboa, Montenegro assegurou: “O novo líder do PSD não trata destes assuntos com ligeireza nem com estados de alma, nem o novo nem aquele que cessa funções”.

Publicidade

De acordo com o novo líder social-democrata, o PSD tratará esta questão “com sentido de Estado e com sentido de proteção do interesse nacional”.

Para o presidente eleito dos sociais-democratas, a polémica que envolveu Pedro Nuno Santos e António Costa constituiu “a mais inusitada, estranha e mal explicada briga entre um primeiro-ministro e um ministro em toda a história democrática”.

O 40.º Congresso Nacional do PSD decorre até domingo, no pavilhão Rosa Mota, no Porto.

Artigo anteriorPSD/Congresso: Rio deseja a Montenegro “êxito no serviço a Portugal” numa tarefa difícil 
Próximo artigoPSD/Congresso: “Não são os eleitores que estão errados, somos nós que não conseguimos convencer” 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui