Início Incêndios Incêndios: Habitantes retirados preventivamente e IC1 cortado entre Ourique e Messines

Incêndios: Habitantes retirados preventivamente e IC1 cortado entre Ourique e Messines

119
0

O Itinerário Complementar (IC) 1 está cortado ao trânsito entre Ourique (Beja) e São Bartolomeu de Messines (Faro), estando a ser retirados habitantes de várias povoações devido ao fogo que lavra em São Marcos da Serra, no concelho de Silves.

Fonte do Comando Territorial de Faro da GNR disse à Lusa que o corte ao trânsito daquele troço da estrada que liga Lisboa ao Algarve foi feito por prevenção, tendo os condutores como alternativa a autoestrada A2.

O responsável adiantou que quem viaja no sentido Norte/Sul, “pode efetuar o desvio no IP2 em direção a Castro Verde, seguindo depois pela Estrada Nacional 2 em direção ao Algarve”.

Publicidade

Por seu turno, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro disse à Lusa que o incêndio na zona de São Marcos da Serra, Silves, “está a evoluir em duas frentes, numa zona de mato e com muitas linhas elétricas de média tensão, o que dificulta a intervenção dos meios aéreos”.

Segundo a fonte, “face à progressão das chamas”, a Proteção Civil solicitou à GNR a retirada dos habitantes de diversas povoações, nomeadamente, do Monte das Zorras, Alcarias, Novas, Corte Peral, Chaminé, Boião e Casas Velhas, na zona de São Marcos da Serra.

“Além do relevo do terreno, os bombeiros debatem-se também com a falta de acessos, o vento e a vegetação em ‘stress’ [hídrico] devido à seca que tem assolado a região”, apontou.

O fogo deflagrou por volta das 13:00 perto da localidade do Fica Bem, na freguesia de São Marcos da Serra.

De acordo com os dados disponibilizados na página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), às 18:15, estavam envolvidos no combate às chamas 347 operacionais, a maioria dos quais bombeiros de diversas corporações do Algarve e do Alentejo, além de equipas de sapadores florestais, da GNR, com o apoio de 1218 viaturas e cinco meios aéreos.

O distrito de Faro está hoje em alerta vermelho de risco de incêndio devido ao vento e às altas temperaturas.

Artigo anteriorQuatro jogadores do FC Porto suspensos um jogo por cânticos contra Benfica
Próximo artigoLuxemburgo: Gasóleo e gasolina SC98 mais caros!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui