Início Desporto Futebol Benfica ‘alternativo’ vence Girona por 4-2 no quarto triunfo da pré-época

Benfica ‘alternativo’ vence Girona por 4-2 no quarto triunfo da pré-época

79
0
Foto: Tânia Paulo / SL Benfica

A equipa alternativa do Benfica mostrou hoje maior ousadia do que a presumivelmente titular, recuperando de desvantagem para se impor, por 4-2, ao Girona, em jogo particular de futebol disputado na Suíça.

Depois dos triunfos sobre Reading (2-0), Nice (3-0) e Fulham (5-1), os ‘encarnados’ mantiveram o pleno de êxitos, num embate que só teve golos no segundo tempo, altura em que Roger Schmidt já tinha trocado todo o ‘onze’ inicial, no qual os 10 de campo continuam a manter a titularidade face aos exames anteriores.

Vertonghen, Alexander Bah, Yaremchuk, de penálti, e Rodrigo Pinho apontaram os tentos dos lisboetas, que começaram a perder com remate certeiro de Stuani e ainda se assustaram, quando Bueno reduziu para 3-2.

Publicidade

Frente a um adversário defensivo e combativo, a conceder poucos espaços, o Benfica foi quase sempre senhor da partida, nem sempre com a maior objetividade: atrás, acabou por sofrer dois golos de bola parada, tal como tinha sucedido com o único tento encaixado nos três testes anteriores.

Os portugueses entraram fortes e pressionantes e Gonçalo Ramos e David Neres ameaçaram nos minutos iniciais, contudo, o primeiro remate foi defendido e o segundo saiu cruzado, ao lado.

Os catalães, que este ano regressaram à primeira divisão, sacudiram um pouco a pressão e, aos 19 minutos, na sequência de um canto, o ‘capitão’ Stuani ganhou de cabeça, atirando rente à trave.

A emoção voltou somente na compensação, em contra-ataque rápido que começou em João Mário, passou por passe longo de Enzo e terminou com Gonçalo Ramos, isolado, a perder tempo com a bola e desperdiçar a oportunidade de rematar, face à recuperação de um contrário.

Com uma nova equipa em campo, foi Chiquinho, aos 46, a ameaçar com um pontapé perigoso à entrada da área, três minutos antes de Diego Moreira falhar desvio na pequena área.

Contra a corrente, os espanhóis adiantaram-se no marcador, com um mau alívio de Meité a ressaltar num adversário e chegar acidentalmente aos pés de Stuani, que, à meia-volta, atirou para o fundo da baliza, aos 52 minutos.

A formação alternativa dos ‘encarnados’ demorou pouco a reagir, empatando aos 57, numa bola solta, na sequência de um canto, ‘fuzilada’ por Vertonghen, seguindo-se, volvidos três minutos, uma bola recuperada no ataque por Diego Moreira, que a fez chegar aos pés do lateral Alexander Bah, tendo este atirado cruzado para o 2-1, no seu segundo tento na pré-temporada.

Uma falta na área sobre chiquinho, aos 66, permitiu a Yaremchuk fazer o 3-1, confirmando o bom momento da equipa e obrigando os espanhóis a refrescar a equipa: reduziram aos 76, quando Bueno aproveitou novas dificuldades da defesa em aliviar.

Aos 89, Rodrigo Pinho, na zona frontal, rematou acrobático, à meia-volta, fazendo com o pé esquerdo o 4-2, que traduz mais fielmente o que se passou no relvado.

Este foi o penúltimo encontro de preparação do Benfica – André Almeida foi o único dos 28 convocados que não entrou na ficha de jogo -, que na terça-feira defronta os ingleses do Newcastle na Eusébio Cup, no Estádio da Luz.

O primeiro desafio oficial está marcado para 02 de agosto, às 20:00, em casa, ante os dinamarqueses do Midtjylland ou os cipriotas do AEK Larnaca, para a primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Jogo disputado no Estádio Municipal de Yverdon-les-Bains, na Suíça.

Benfica – Girona, 4-2.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, Christian Stuani, 52 minutos.

1-1, Vertonghen, 57.

2-1, Alexander Bah, 60.

3-1, Yaremchuk, de penálti, 67 minutos.

3-2, Santi Bueno, 77.

4-2, Rodrigo Pinho, 89.

Equipas:

  • Benfica: Helton Leite, Gilberto, Otamendi, Morato, Grimaldo, Florentino, Enzo, João Mário, Neres, Rafa e Gonçalo Ramos. Jogaram ainda, Vlachodimos, Alexander Bah, António Silva, Vertonghen, Gil Dias, Weigl, Meité, Chiquinho, Diego Moreira, Henrique Araújo, Yaremchk, Diogo Gonçalves, Paulo Bernardo, Rodrigo Pinho e Musa.

Treinador: Roger Schmidt.

  • Girona: Juan Carlos, Arnau, Santi Bueno, Juanpe, Ureña, Monjonell, Aleix Garcia, Saiz, Terrats, Valery e Christian Stuani. Jogaram ainda, Ortolá, Farrés, Pau Victor, Sala, Artero e Casals.

Treinador: Michel.

Árbitro: Tobias Thies.

Ação disciplinar: cartão amarelo para Saiz (36 minutos) e Alex Sala (90+1).

Assistência: cerca de 7.000 espetadores.

Artigo anteriorCosta ainda não sabe se terá acordo com PSD sobre o novo aeroporto e insiste no consenso 
Próximo artigoAvançado Gabriel Veron deixa Palmeiras e assina com FC Porto por cinco épocas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui