Início Economia Trabalhadores em ‘lay-off’ atingem em maio valor mais alto desde a pandemia

Trabalhadores em ‘lay-off’ atingem em maio valor mais alto desde a pandemia

48
0
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, intervém durante a apresentação do “Clic” – Programa de Transformação Digital da Segurança Social, em Lisboa, 20 de junho de 2022. TIAGO PETINGA/LUSA

O número de trabalhadores em ‘lay-off’ tradicional, previsto no Código do Trabalho, foi de 11.272 em maio, o valor mais alto desde o início da pandemia, segundo as estatísticas mensais divulgadas hoje pela Segurança Social.

“Em maio de 2022, as prestações de ‘lay-off’ (concessão normal, de acordo com o previsto no Código de Trabalho) abrangeram 11.272 pessoas, sendo o número mais elevado desde o início da pandemia”, em março de 2020, lê-se na síntese estatística elaborada pelo Gabinete de Planeamento e Estratégia (GEP) do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Face ao mês anterior, as prestações de ‘lay-off’ processadas aumentaram 150,6%, e na variação homóloga o aumento foi de 70,5%.

Publicidade

De acordo com os dados, a maioria dos trabalhadores abrangidos (9.796) estava com redução de horário de trabalho, enquanto 1.476 estavam com suspensão temporária do contrato.

Estas prestações foram processadas para 109 entidades empregadoras em maio, menos sete que no mês anterior.

Artigo anteriorLuxemburguesas vencem cabo-verdianas em “amigável”
Próximo artigoRemich: Atacado violentamente fica sem relógio junto à piscina

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui