Início 10 junho 10 Junho: Rui Rio assinala Dia de Portugal na África do Sul...

10 Junho: Rui Rio assinala Dia de Portugal na África do Sul e em Moçambique

68
0
O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio, intervém durante a cerimónia de descerramento do busto de Francisco Sá Carneiro, em Manhente, Barcelos, 04 de dezembro de 2021. HUGO DELGADO/LUSA

O presidente do PSD vai assinalar o Dia de Portugal junto das comunidades que vivem na África do Sul e em Moçambique, numa deslocação de seis dias que se inicia quinta-feira e se prolonga até 14 de junho.

Em comunicado, o PSD recorda que, em anos anteriores, Rui Rio assinalou o 10 de Junho – Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas – na Guiné Bissau, em 2018, e no Brasil, em 2019, “tendo sido obrigado, em 2020, a adiar a visita a Moçambique devido à pandemia”.

Em 2018, primeiro ano da sua liderança no PSD (que irá deixar no primeiro fim de semana de julho), Rui Rio disse ter concertado a sua deslocação à Guiné-Bissau com o Presidente da República, considerando “mais positivo para Portugal” assinalar o 10 de Junho num local diferente do Marcelo Rebelo de Sousa e do primeiro-ministro, António Costa.

Publicidade

Este ano, as comemorações oficiais do Dia de Portugal decorrerão em Braga e junto das comunidades portuguesas no Reino Unido.

O programa de Rui Rio começa na quinta-feira, com um encontro com as comunidades portuguesas no Consulado Geral de Portugal em Joanesburgo, seguindo-se, no Dia de Portugal, um almoço com o embaixador, em Pretória, e um jantar com a comunidade portuguesa dessa cidade.

No sábado, já em Moçambique, o ainda presidente do PSD visitará o Hospital Central da Beira e terá um encontro com a Associação Comercial desta região.

Em 13 de junho, está previsto na agenda de Rui Rio um encontro com a organização não governamental Kanimambo, uma associação de apoio às pessoas com albinismo, seguindo-se um jantar na embaixada portuguesa em Maputo para “troca de impressões sobre a situação em Moçambique e relações bilaterais”.

No último dia da sua deslocação, 14 de junho, Rui Rio irá apresentar cumprimentos à presidente da Assembleia da República de Moçambique, almoçará com dirigentes de três associações portuguesas em Maputo e visitará a Universidade da capital moçambicana.

Rio é presidente do PSD desde janeiro de 2018 e, na sequência da derrota eleitoral nas legislativas de 30 de janeiro, anunciou a decisão de deixar o cargo até ao verão e antecipar a realização de eleições diretas (tinha mandato até dezembro de 2023).

O antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro venceu as eleições diretas em 28 de maio, derrotando o antigo vice-presidente Jorge Moreira da Silva por 72,5% dos votos, e assumirá funções plenas como presidente no Congresso, que se realiza de 01 a 03 de julho, no Porto.

Quando assumiu a chefia do Estado, em 2016, Marcelo Rebelo de Sousa lançou, em articulação com o primeiro-ministro, António Costa, e com a participação de ambos, um modelo inédito de duplas comemorações do 10 de Junho, primeiro em Portugal e depois junto de comunidades portuguesas no estrangeiro.

Em 2016 o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas foi celebrado entre Lisboa e Paris, em 2017 entre o Porto e o Brasil, em 2018 entre os Açores e os Estados Unidos da América e em 2019 entre Portalegre e Cabo Verde.

Em 2020, face à evolução da pandemia da covid-19, Marcelo Rebelo de Sousa cancelou as comemorações do 10 de Junho que estavam previstas para a Madeira e para a África do Sul e optou por assinalar a data com uma “cerimónia simbólica” no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, apenas com os dois oradores e seis convidados.

Em 2021, as celebrações do Dia de Portugal decorreram na Região Autónoma da Madeira, com um programa intenso, durante três dias.

Artigo anteriorBE pede audição urgente de Ana Mendes Godinho sobre corte de apoio alimentar a carenciados
Próximo artigoMorreu o antigo procurador-geral da República Pinto Monteiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui