Início Desporto Automobilismo Rali de Portugal: Thierry Neuville lidera após superespecial de Coimbra

Rali de Portugal: Thierry Neuville lidera após superespecial de Coimbra

87
0
Thierry Neuville of Belgium drives his Hyundai i20 N Rally 1 during the SS1 of the Rally Portugal 2022 as part of the World Rally Championship (WRC), in Coimbra, Portugal, 19 May 2022. PAULO NOVAIS/LUSA

O piloto belga Thierry Neuville (Hyundai i20) é o primeiro líder da 55.ª edição do Rali de Portugal depois de ter sido o mais rápido na superespecial de Coimbra, uma das novidades desta quarta ronda do Mundial.

Neuville gastou 2.37,9 minutos para cumprir os 2,82 quilómetros da especial desenhada na Cidade dos Estudantes, deixando o estónio Ott Tänak (Hyundai i20) na segunda posição, a 0,6 segundos.

O irlandês Craig Breen (Ford Puma) foi o terceiro, já a 1,4 segundos do mais rápido.

Publicidade

“Foi uma boa especial de abertura. É bom ver a multidão de volta aos ralis. Espero que seja uma boa luta este fim de semana”, sublinhou Neuville, vencedor em 2018 da prova lusa.

O francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris) foi o quinto mais rápido, a 2,1 segundos e logo atrás do britânico Gus Greensmith (Ford Puma), que foi quarto, a 1,8.

“Tenho aqui uma segunda família, com muita gente e apoiar-me. Vai ser uma luta dura, mas é bom estar aqui”, frisou o atual campeão mundial em título.

O líder do campeonato à partida desta prova, o finlandês Harri Rovanperä (Toyota Yaris) foi sexto, a 2,7 segundos, enquanto o francês Sébastien Loeb (Ford Puma), nove vezes campeão mundial, foi apenas oitavo, a 3,4 segundos.

“Julgo que será difícil lutar pela vitória, mas vou dar o meu melhor”, prometeu o piloto de 47 anos.

Breen chegou a liderar, mas o seu tempo foi suplantado por Tanak, que acabou batido pelo seu companheiro de equipa já na parte final.

Sexta-feira disputa-se o primeiro dia “a sério” da prova lusa, com oito especiais, incluindo a superespecial desenhada em Lousada, às 19:03 horas.

Ao todo, os pilotos enfrentam 121,67 quilómetros desenhados na zona centro do país, com duplas passagens por Lousã, Góis e Arganil, antes da especial de Mortágua e da Superespecial final de Lousada.

Artigo anteriorAtaque com faca na Noruega provoca três feridos, um em estado grave
Próximo artigoAtaque com faca em aldeia norueguesa deveu-se a violência doméstica

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui