Início Desporto Motociclismo MotoGP/Portugal: Miguel Oliveira termina primeiros treinos livres em quinto

MotoGP/Portugal: Miguel Oliveira termina primeiros treinos livres em quinto

316
0
Portuguese rider Miguel Oliveira of Red Bull KTM Factory Racing team in action during the first practice session for the Grand Prix of Portugal at the Algarve International race track, south of Portugal, 22 April 2022. JOSE SENA GOULAO/LUSA

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) terminou hoje a primeira sessão de treinos livres do Grande Prémio de Portugal de MotoGP na quinta posição, numa sessão marcada pela pista molhada no Autódromo Internacional do Algarve.

O piloto da KTM fez o seu melhor tempo em 1.51,223 minutos, na oitava das 20 voltas que efetuou ao traçado algarvio, ficando a 0,557 segundos do mais rápido, o espanhol Marc Márquez (Honda), primeiro líder desta quinta jornada do Mundial de velocidade em motociclismo.

O espanhol Joan Mir (Suzuki) foi o segundo mais rápido, terminando a 0,365 segundos do compatriota, com o italiano Marco Bezzechi (Ducati) em terceiro, a 0,470 segundos.

Publicidade

Com este resultado, Miguel Oliveira garante, provisoriamente, uma vaga diretamente na segunda fase da qualificação, a Q2, reservada aos dez mais rápidos no conjunto das três primeiras sessões de treinos livres.

O piloto natural de Almada ainda viu duas voltas canceladas por ter excedido os limites da pista, depois de ter começado por liderar a sessão nas voltas iniciais.

Miguel Oliveira viria a ser suplantado por Marc Márquez, primeiro, e por Marco Berzecchi, depois, mantendo o terceiro lugar quase até ao final da sessão.

Os últimos segundos, com a pista um pouco mais seca, permitiram a alguns pilotos melhorarem os seus resultados, nomeadamente o antigo campeão, Joan Mir, e o francês Johann Zarco (Ducati), que terminou em quarto.

O líder do campeonato, o italiano Enea Bastianini (Ducati), terminou, apenas, na 14.ª posição, a 1,181 segundos de Márquez, enquanto o campeão mundial, o francês Fábio Quartararo (Yamaha) foi 18.º, a 1,395 segundos.

A sessão ficou, ainda, marcada pelas quedas do japonês Takaaki Nakagami (Honda), do australiano Jack Miller (Ducati) e do italiano Luca Marini (Ducati), sem consequências físicas para os pilotos.

Na categoria intermédia, a Moto2, o mais rápido foi o holandês Zonta Van Der Goorbergh (RW), com o tempo de 2.04,519 minutos, na sessão mais afetada pela chuva.

Já na categoria de Moto3, o mais rápido na primeira sessão foi o espanhol Daniel Holgado (KTM Ajo), com o tempo de 2.02,658 minutos.

A sessão ficou marcada pela queda do também espanhol Adrian Fernandez (KTM Tech3), que falhará o resto do fim de semana por ter fraturado os quarto e quinto dedos da mão esquerda.

O espanhol Gerard Riu (BOE) também caiu, mas foi liberado pela equipa médica depois de ter sido submetido a exames na clínica do circuito.

O GP de Portugal é a quinta jornada do Mundial de Velocidade de motociclismo e disputa-se até domingo no Autódromo Internacional do Algarve (AIA).

Artigo anteriorEduardo Cabrita formalmente constituído arguido no caso do atropelamento na A6
Próximo artigoFrança/Eleições: Secretário de Estado das Comunidades espera que resultado “não prejudique” portugueses no país

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui