Início Futebol Taça Portugal FC Porto-Sporting: Pepe titular nos ‘dragões’, Matheus Reis no ‘onze’ ‘leonino’

FC Porto-Sporting: Pepe titular nos ‘dragões’, Matheus Reis no ‘onze’ ‘leonino’

80
0
FC Porto's Mbemba (L) in action against Sporting's Paulinho during their Portuguese Cup second leg semi final soccer match, held on Dragao stadium, Porto, Portugal, 21st April 2022. JOSE COELHO/LUSA

O futebolista Pepe integra hoje o ‘onze’ do FC Porto na receção ao Sporting, da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, enquanto os ‘leões’ contam com Matheus Reis entre os titulares e Bruno Tabata no banco.

Os três jogadores constavam do mapa de castigos divulgado na terça-feira pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, devido aos desacatos verificados no encontro da 22.ª jornada da I Liga, disputado em 11 de fevereiro, no Estádio do Dragão, que terminou empatado 2-2.

Através dos recursos apresentados, Pepe e Bruno Tabata, que foram castigados com 23 dias de suspensão, puderam entrar nas escolhas dos treinadores Sérgio Conceição e Rúben Amorim, respetivamente, à imagem do lateral esquerdo ‘leonino’ Matheus Reis, punido com um jogo pelo órgão disciplinar federativo.

Publicidade

Os lesionados Wilson Manafá, Iván Marcano, Bruno Costa e Matheus Uribe desfalcam o FC Porto, que conta com 17 troféus e 31 presenças em finais da Taça de Portugal, ao passo que o Sporting, com 17 títulos e 29 participações na decisão, está sem ‘baixas’ por lesão.

Em relação ao ‘onze’ da goleada caseira imposta ao Portimonense (7-0), no sábado, em encontro da 30.ª ronda da I Liga, Sérgio Conceição efetuou apenas uma troca na baliza, com o internacional português Diogo Costa a render o argentino Agustín Marchesín.

O FC Porto, disposto num sistema tático de ‘4-4-2’, faz alinhar Pepê, Chancel Mbemba, Pepe e Zaidu à frente de Marchesín, deixando o meio-campo entregue a Otávio, Marko Grujic, Vítor Ferreira e Fábio Vieira, e o ataque dividido entre Medhi Taremi e Evanilson.

Já Rúben Amorim promoveu duas alterações face aos titulares da derrota na receção ao rival Benfica (0-2), no domingo, ao lançar o uruguaio Manuel Ugarte para o lugar de Palhinha, e entregando o flanco canhoto a Matheus Reis, em substituição de Nuno Santos.

No tradicional ‘3-4-3’, o campeão nacional Sporting apresentará Antonio Adán na baliza e um trio de centrais constituído por Luís Neto, Sebastián Coates e Gonçalo Inácio, além dos alas Pedro Porro e Matheus Reis. Manuel Ugarte e Matheus Nunes compõem o meio-campo, com Pablo Sarabia e Pedro Gonçalves a apoiarem Paulinho na frente ofensiva.

FC Porto e Sporting discutem o acesso à final da Taça de Portugal a partir das 20:15, no Estádio do Dragão, em jogo arbitrado por Nuno Almeida, da Associação de Futebol do Algarve, um mês e meio depois do triunfo ‘azul e branco’ em Alvalade (2-1), na primeira mão.

O vencedor já sabe que vai medir forças com o estreante Tondela no duelo decisivo da prova ‘rainha’, depois de os beirões, do principal escalão, terem afastado o Mafra, da II Liga, graças a uma vitória por 3-0, na primeira mão, e uma igualdade 1-1, na segunda.

A final da 82.ª edição da segunda prova mais importante do calendário futebolístico luso está agendada para 22 de maio, às 17:15, e voltará a ser disputada no Estádio Nacional, em Oeiras, após ter decorrido nos últimos dois anos no Estádio Municipal de Coimbra.

Artigo anteriorPS indica Carlos César, Manuel Alegre e Sampaio da Nóvoa para o Conselho de Estado
Próximo artigoTaça de Portugal: FC Porto-Sporting (0-0 ao intervalo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui