Início Sci-Tech Tecnologia Sony e Nintendo suspendem envio de videojogos e consolas para a Rússia

Sony e Nintendo suspendem envio de videojogos e consolas para a Rússia

222
0

As companhias japonesas Sony e Nintendo confirmaram hoje a suspensão do envio de videojogos e consolas para a Rússia, bem como os serviços das suas lojas ‘online’ naquele país, após a invasão da Ucrânia pelas forças russas.

“A Sony Interactive Entertainment (SIE) une-se à comunidade global para pedir paz na Ucrânia. Suspendemos todos os nossos envios de ‘software’ e ‘hardware’, o lançamento do [videojogo] Gran Turismo 7 e as operações da [loja ‘online’]’PlayStation Store’ na Rússia”, escreveu a divisão de videojogos da empresa na rede social Twitter.

Por seu lado, um porta-voz da Nintendo confirmou à agência de notícias Efe que, embora “os ‘stocks’ que estão atualmente armazenados estejam a ser vendidos, as exportações serão suspensas”.

Publicidade

A empresa, que há dias suspendeu as suas vendas na loja ‘online’ [Nintendo eShop] devido à impossibilidade de processar pagamentos em rublos, tomou a decisão sobre os envios “devido a essa situação que dificulta a logística”.

Horas antes, a Nintendo também anunciou nas suas redes sociais o adiamento para uma data não especificada do lançamento do videojogo “Advance Wars 1+2: Re-Boot Camp”, “devido à recente situação internacional”, numa aparente referência velada à invasão russa. A compilação de jogos táticos com temas belicistas estava programada para chegar às lojas em 08 de abril.

A Sony e a Nintendo são as mais recentes de uma série de empresas que suspenderam as suas exportações e vendas ou paralisaram a sua produção na Rússia.

Outras empresas do setor de lazer fizeram o mesmo, nomeadamente a Xbox [Microsoft], EA, Activision Blizzard, Epic Games, Take-Two ou Ubisoft que, em alguns casos, também alargaram a medida à Bielorrússia.

Entre outras empresas japonesas que alteraram ou interromperam a sua atividade na Rússia como resultado do conflito estão também a empresa tecnológica Panasonic, as empresas de máquinas de construção Komatsu e Hitachi Construction Machinery, ou as companhias de automóveis Toyota, Nissan ou Yamaha.

Artigo anteriorRússia anuncia que vai deixar de participar no Conselho da Europa
Próximo artigoJoão Sousa perde no ‘qualifying’, mas entra como ‘lucky loser’ em Indian Wells

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui