Início Futebol Mundial 2022 Portugal ‘voa’ para o Qatar nas ‘asas’ de Bruno Fernandes

Portugal ‘voa’ para o Qatar nas ‘asas’ de Bruno Fernandes

233
0
Portugal player Bruno Fernandes (C) in action against North Macedonia player Stefan Ristovski during the FIFA World Cup Qatar 2022 play-off qualifying soccer match held on Dragao stadium in Porto, Portugal, 29 March 2022. HUGO DELGADO/LUSA

Um ‘bis’ de um inspirado Bruno Fernandes valeu hoje a Portugal o triunfo por 2-0 sobre a Macedónia do Norte, no Dragão, e o apuramento para a fase final do Mundial de futebol de 2022.

No último ‘suspiro’, na final do caminho C dos ‘play-offs’ europeus, a formação das ‘quinas’ não falhou, perante um adversário claramente inferior – deu grande prenda a Portugal quando eliminou a Itália -, numa exibição segura, ‘quanto baste’.

Apesar de ter posto a jeito, com aquele impensável desaire por 2-1 na receção à Sérvia a fechar a fase de grupos, a formação das ‘quinas’ acabou, assim, por salvar a ‘face’ e somar uma 12.ª presença consecutiva em fases finais, que não falha desde 1998.

Publicidade

Bruno Fernandes foi a grande figura da noite, com golos aos 32 e 65 minutos, servido por Cristiano Ronaldo e Diogo Jota, respetivamente, num embate em que o veterano Pepe devolveu a segurança defensiva à formação das ‘quinas’.

Em relação ao jogo de quinta-feira com a Turquia, Fernando Santos mudou três ‘peças’, todas na defesa, com as entradas de Cancelo, após castigo, Pepe, recuperado da covid-19, e Nuno Mendes, para os lugares de Dalot, Fonte e Raphaël Guerreiro.

Perante uma equipa em ‘4-4-2’, e sem qualquer tática muito defensiva, Portugal, com Bernardo Silva a pegar na ‘batuta’, assumiu o comando do encontro desde início, mas a velocidade moderada, tentando manter a bola e não correr riscos.

Uma aceleração de Nuno Mendes, aos seis minutos, e outra de Cancelo, aos 13 minutos, para um cabeceamento falhado de Bruno Fernandes, antecederam a primeira grande ocasião, aos 14, com Otávio a isolar Ronaldo e este a atirar ao lado do poste esquerdo.

A Macedónia conseguiu, depois, equilibrar mais o jogo e efetuou um primeiro remate aos 20 minutos, sem perigo, por Kostadinov, com resposta lusa num cabeceamento de Diogo Jota por cima da barra, aos 24, após canto de Bruno Fernandes.

O golo português surgiu aos 32 minutos, quando Bruno Fernandes intercetou um passe desastrado do ex-‘leão’ Ristovski, tabelou com Cristiano Ronaldo e, já na área, isolado, atirou para a direita de Dimitrievski, que nada podia fazer.

Até ao intervalo, Portugal continuou por cima e ainda ameaçou o segundo tento, por Diogo Jota e Bernardo Silva.

O segundo tempo começou frouxo, com a equipa lusa no controlo do jogo, mas em ritmo lento e com alguns momentos de displicência, que os macedónios aproveitaram para se aventurar mais no ataque. Foi num desses momentos que sofreram o segundo.

Bardhi arrancou para a área lusa, mas foi desarmado por Pepe, com a bola a sobrar para Bruno Fernandes iniciar o contra-ataque: tocou para Otávio e este para Diogo Jota centrar da esquerda para Bruno Fernandes emendar e ‘bisar’, aos 65 minutos.

A eliminatória ficou sentenciada e, até final, o público, em festa, ainda tentou ‘empurrar’ Ronaldo para o golo, mas não havia forma, com Fernando Santos ainda a aproveitar para fazer entrar William Carvalho, Rafael Leão, João Félix, Matheus Nunes e o estreante Vítor Ferreira, o ‘Vitinha’ do FC Porto.

Artigo anteriorPortugal vence Macedónia e está no Mundial 2022 no Qatar!
Próximo artigoLuxemburgo: Controlos de velocidades (30 março)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui