Início Futebol Liga Portuguesa Paços de Ferreira vence e ‘afunda’ Moreirense na classificação

Paços de Ferreira vence e ‘afunda’ Moreirense na classificação

160
0
O jogador Luiz Carlos (D) do Paços de Ferreira disputa a bola com o jogador Walterson do Moreirense durante o jogo da 27ª jornada da Primeira Liga de Futebol, disputado no Estádio Municipal da Capital do Móvel, Paços de Ferreira, 20 de março de 2022. RUI MANUEL FARINHA LUSA

O Paços de Ferreira recebeu e venceu hoje o ‘aflito’ Moreirense, por 2-1, ficando muito perto de garantir a permanência na I Liga de futebol, em jogo emotivo da 27.ª jornada.

Os pacenses ganharam vantagem por Adrian Butzke, que se estreou a marcar no campeonato, aos 39 minutos, o Moreirense empatou no segundo tempo por Yan Matheus, aos 50, mas Uilton devolveu a vantagem aos locais e fixou o resultado final, aos 70, num jogo em que o vídeoárbitro anulou outros dois tentos ao Paços.

Na tabela, o Paços subiu ao nono lugar, agora com 33 pontos, praticamente a salvo de problemas nas sete jornadas finais do campeonato, enquanto o Moreirense continua no 17.º e penúltimo lugar, em zona de descida, com os mesmos 20, a dois do Tondela, logo acima, em zona de ‘play-off’, e a três do Arouca, já em zona de manutenção.

Publicidade

Paços e Moreirense foram a jogo com uma alteração nos respetivos ‘onzes’, com o espanhol Butzke a render no centro do ataque pacense o brasileiro Denilson, enquanto Ibrahima, na formação de Moreira de Cónegos, substituiu Pablo.

Num jogo sempre muito competitivo, os jogadores colocaram tudo em cada lance, faltando, por vezes, algum discernimento nos momentos decisivos.

Foi o que aconteceu a André Luís, aos 18 minutos, no primeiro lance de golo do encontro, ainda que o avançado brasileiro do Moreirense tenha sido estorvado (sem falta) no momento do remate por Nuno Lima.

O Paços reagiu por Butzke, aos 22, mas Pasinato levou a melhor, num ‘duelo’ que se repetiria aos 39, mas com vantagem do avançado espanhol dos pacenses.

Butzke ofereceu um apoio frontal na entrada do meio-campo do Moreirense e foi finalizar o lance na área, aproveitando o cruzamento de Delgado e o corte incompleto de Rosic.

Foi o segundo festejo no jogo dos adeptos pacenses, depois de Nuno Santos ter marcado, aos 26, num lance que seria anulado após consulta de Luís Godinho ao VAR.

O segundo tempo começou com os forasteiros balanceados no ataque: Yan Matheus deu o mote e ameaçou o golo, aos 48 minutos, no ensaio para o empate dois minutos volvidos, em novo remate de fora da área.

Em igualdade, o Paços voltou a assumir as despesas do jogo e conseguiu empurrar o adversário para o seu meio-campo.

Uilton ainda marcou para o Paços, mas não contou, por alegada falta sobre Walterson, num lance em que correu de área a área, mas seriam dele novamente os maiores festejos, quando, 10 minutos volvidos, aos 70, logrou o segundo tento, na recarga a uma bola ao ‘ferro’ de Gaitán.

O Paços conseguiu resistir, depois, ao ‘assalto’ final do Moreirense, num final de jogo emocionante.

Artigo anteriorGil Vicente e Marítimo pouco inspirados empatam em Barcelos
Próximo artigoBenfica vence Estoril Praia e mantém-se a seis pontos do Sporting

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui