Início Futebol Mundial 2022 Fonte diz que Portugal está motivado e fator casa é importantíssimo

Fonte diz que Portugal está motivado e fator casa é importantíssimo

225
0

O defesa José Fonte assegurou hoje que a seleção portuguesa de futebol está “bem e motivada” para tentar colocar Portugal no Mundial2022 e considera que o “fator casa será importantíssimo” para ajudar a ultrapassar a Turquia.

“Sentimo-nos bem, motivados e orgulhosos por estar aqui. A equipa está bem, positiva e o fator casa é importantíssimo, ter aqui os amigos, a família. Queremos dar uma grande alegria ao nosso povo”, afirmou o experiente central, de 38 anos, que atua nos franceses do Lille.

José Fonte fazia a antevisão do encontro de quinta-feira, no Estádio do Dragão, antes do selecionador Fernando Santos, e foi questionado sobre as valias do colega de equipa no Lille e umas das armas turcas, o ponta de lança Burak Yilmaz.

Publicidade

“O Burak vai tentar defender da melhor maneira a equipa dele e eu também. É um grande jogador, um grande amigo, mas, amanhã [quinta-feira], não há amizades. Há que defender a nossa bandeira e o nosso país. É uma grande final e a concentração é máxima para conseguirmos o nosso objetivo”, garantiu.

O defesa central, que deverá assumir-se como o ‘patrão’ da defesa das ‘quinas’, visto que Pepe, infetado com covid-19, e Rúben Dias, lesionado, estão fora das contas para o jogo, falou da adaptação dos jovens Gonçalo Inácio, Tiago Djaló, seu companheiro de equipa no Lille, e Vítor Ferreira.

“Todos os jogadores que chegam pela primeira vez são muito bem acolhidos. É isso que estamos a fazer com eles. É sempre importante por ser a primeira vez. Creio que estão a adaptar-se bem e felizes. O Tiago tem feito um excelente trabalho no Lille e estou muito contente por ele”, contou.

A terminar, considerou que o Campeão Europeu em 2016 “espera um jogo dificílimo e precisa de “igualar ou superiorizar-se na vontade e no querer”, face aos turcos.

Portugal e Turquia jogam na quinta-feira, a partir das 19:45, no Estádio do Dragão, no Porto, em encontro das meias-finais do caminho C dos ‘play-offs’ europeus de acesso à fase final do Mundial2022, que será dirigido pelo alemão Daniel Siebert.

Quem vencer este duelo recebe, na terça-feira (29 de março), o vencedor do embate entre Itália e Macedónia do Norte, que também se defrontam na quinta-feira, em Palermo. Se Portugal passar, volta a ser anfitrião no Dragão.

Portugal procura a oitava presença em Mundiais, e quinta consecutiva, depois de 1966, 1986, 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018, enquanto os turcos tentam apenas a terceira, após 1954 e 2002.

Artigo anteriorEncontrada uma caixa-negra do avião que caiu no sul da China
Próximo artigoEx-deputada do PAN Cristina Rodrigues vai assessorar Chega no parlamento

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui