Início Desporto Andebol Benfica sofre primeira derrota na Liga Europeia de andebol

Benfica sofre primeira derrota na Liga Europeia de andebol

83
0
Foto: SL Benfica

O Benfica sofreu hoje a primeira derrota na Liga Europeia de andebol, na receção aos dinamarqueses do GOG, por 25-33, e perdeu a liderança isolada do Grupo B, num resultado que espelha a superioridade do adversário.

Os lisboetas, que só somavam vitórias, foram igualados pelo GOG e pelos franceses do Nantes na frente da tabela classificativa, com seis pontos, enquanto os alemães do Lemgo estão em quarto, com quatro pontos, mas ainda jogam hoje, e os russos do Chekhovskie Medvedi e os finlandeses do Cocks seguem nos últimos lugares do agrupamento, ainda sem pontos.

Jerry Tollbring, com 11 golos, foi o melhor marcador da partida e o jogador que mais se evidenciou no Pavilhão N.º 2 do Estádio da Luz, seguido pelo colega de equipa Simon Pytlick, com sete. Do lado dos ‘encarnados’, o sérvio Petar Djordjic marcou seis tentos.

Publicidade

O GOG chegou a solo luso como líder invicta do campeonato dinamarquês, enquanto o Benfica vinha de duas derrotas consecutivas em Portugal, diante do Sporting (27-30) e do Vitória de Setúbal (32-29), pelo que a tarefa não se avizinhava fácil para as ‘águias’.

Os três golos de rompante marcados pelo GOG nos primeiros instantes mostraram isso mesmo e, mesmo jogando em casa, o Benfica nunca conseguiu ser capaz de contrariar a superioridade dos forasteiros, que continuaram a aumentar a diferença no resultado.

Uma das ‘chaves’ foi o ponta sueco Jerry Tollbring, que, apenas no primeiro tempo, já tinha apontado sete dos golos do GOG, surgindo sempre solto e com alguma facilidade do lado esquerdo do ataque, enquanto os ‘encarnados’ somavam erros atrás de erros.

O guarda-redes Torbjoern Bergerud também foi impedindo qualquer tipo de reação do Benfica, com oito defesas durante os primeiros 30 minutos, com o 10-17 verificado ao intervalo a mostrar a diferença expressiva entre os lusos e a formação dinamarquesa.

Na segunda parte, o GOG susteve muito tempo os sete golos que separavam os dois conjuntos, sem que o Benfica pudesse reentrar na discussão do jogo, muito por culpa do guardião norueguês, que efetuou um total de 13 defesas em 37 remates (35,14%).

Com o resultado final a registar 25-33, o Benfica perdeu a liderança isolada do Grupo B, agora ocupada também pelo GOG e pelos franceses do Nantes, todos a somar seis pontos. Na quinta ronda, o Benfica recebe os finlandeses do Cocks, últimos, com zero.

Jogo realizado no Pavilhão N.º2 do Estádio da Luz, em Lisboa.

Benfica – GOG, 25-33.

Ao intervalo: 10-17.

Sob a arbitragem dos húngaros Miklos Andorka e Robert Hucker, as equipas alinharam e marcaram:

– Benfica (25): Sergey Hernández, Rogério Moraes (2), Petar Djordjic (6), Jonas Kallman (1), Demis Grigoras (2), Lazar Kukic (4) e Alexis Borges (1). Jogaram ainda Ole Rahmel (1), Gustavo Capdeville, Arnau García (2), Bélone Moreira (3), Tadej Kljun, Paulo Moreno (1) e Carlos Martins (2).

Treinador: Chema Rodríguez.

– GOG (33): Torbjoern Bergerud, Morten Olsen, Kasper Kildelund (4), Jerry Tollbring (11), Mathias Gidsel (5), Simon Pytlick (7) e Oscar Bergendahl (4). Jogaram ainda Emil Laerke, Lukas Jorgensen (1), Viktor Hallgrímsson e Emil Madsen (1).

Treinador: Nicolej Krickau.

Assistência: Cerca de 200 espetadores.

Artigo anteriorLC: Manchester United apura-se para os oitavos de final
Próximo artigoBenfica empata em Barcelona e mantém-se na corrida pelos ‘oitavos’ da ‘Champions’

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here