Início Conflitos PSP vai iniciar negociações com suspeitos que dispararam contra agentes em Corroios

PSP vai iniciar negociações com suspeitos que dispararam contra agentes em Corroios

536
0
Elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP) bloqueiam a estrada para o Bairro da Quinta das Lagoas, em Santa Marta de Corroios, no Seixal, devido a um tumulto entre moradores após o qual a PSP foi recebida a tiro, no Seixal, 23 de março de 2021. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

A PSP vai iniciar negociações com os suspeitos que ao início da tarde dispararam contra os agentes que se deslocaram ao bairro da Quinta das Lagoas, em Santa Marta de Corroios, no Seixal, na sequência de “desordens e agressões”.

“Será iniciado o contacto verbal com os suspeitos – negociação – tendendo a resolver os incidentes sem necessidade de intervenção tática”, afirmou a comissária da PSP Sara Ferreira, em declarações aos jornalistas no local onde está a decorrer a operação policial, no distrito de Setúbal.

Segundo a comissária, pelas 12:20 a PSP foi chamada à Rua Bento Gonçalves e, ao chegarem ao local, os agentes “depararam-se com suspeitos armados que dispararam contra si, tendo os polícias ripostado recorrendo igualmente a armas de fogo”.

Publicidade

Da troca de tiros, referiu, não se registaram feridos entre os agentes da PSP, mas desconhece-se se algum dos suspeitos terá sido atingido.

“Foram de imediato reforçados os meios no terreno de forma a criar perímetros de segurança, simultaneamente que impeçam a fuga dos suspeitos e que garantam a segurança da população”, disse a comissária.

Foram igualmente ativados “os procedimentos previstos para a gestão de incidentes tático policiais”, nomeadamente a ativação da Unidade Especial de Polícia, e foi designada uma estrutura de comando dedicada ao incidente.

Agora, continuou a comissária da PSP, será iniciada a negociação com os suspeitos.

Na declaração que fez aos jornalistas, sem direito a perguntas, a comissária Sara Ferreira disse ainda que a PSP está a garantir a “segurança do local” e apelou “à compreensão” dos residentes das habitações que foi “necessário evacuar”, bem como compreensão pelas “restrições impostas à circulação de pessoas e viaturas”.

Ao início da tarde, fonte da PSP tinha adiantado à Lusa que a operação policial em curso no bairro da Quinta das Lagoas envolvia dezenas de operacionais.

Segundo a mesma fonte, a PSP tinha sido chamada ao local devido a um tumulto entre moradores.

Artigo anteriorLuxemburgo: Duas semanas sem comboios entre a capital e Bettemburgo!
Próximo artigoLuxemburgo: Covid-19 já ceifou a vida a 324 idosos dos lares do país!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui