Início Futebol Liga Europa LE: Tottenham e Mourinho humilhados na Croácia, Paulo Fonseca fica sozinho

LE: Tottenham e Mourinho humilhados na Croácia, Paulo Fonseca fica sozinho

681
0

O Tottenham, de José Mourinho, sofreu hoje uma eliminação humilhante, ante o Dínamo de Zagreb, pelo que Paulo Fonseca será o único de quatro treinadores portugueses a chegar aos ‘quartos’ da Liga Europa de futebol.

Ao perder por 3-0, após prolongamento, José Mourinho abandona a prova a par do Olympiacos, de Pedro Martins, e do Shakhtar Donetsk, de Luís Castro, deixando a Roma, de Paulo Fonseca, como a única referência lusa em termos de técnicos.

A vantagem de 2-0 com que os ‘spurs’ se apresentaram na Croácia foram anulados por um ‘bis’ de Mislav Orsic, aos 62 e 83 minutos.

Publicidade

No primeiro golo, na quina da área, rematou em arco em tento de belo efeito, enquanto no segundo surgiu liberto na zona de penálti a rematar para o fundo das redes, premiando a atitude mais competitiva da sua equipa.

No prolongamento, o inevitável Orsic passou por toda a gente e, à entrada da área, rematou e operou o milagre, com o tento aos 106 minutos que valeu o primeiro apuramento frente a um adversário inglês na UEFA.

Os croatas foram liderados por Damir Krznar, que já esta semana substituiu Zoran Mamic, que se demitiu depois de ter visto confirmada uma pena de prisão por fraude.

No embate entre dois técnicos lusos, Paulo Fonseca apresentou-se na Ucrânia com três golos de vantagem (3-0), voltando a impor-se ao conjunto de Luís Castro, agora por 2-1.

Se a missão do Shakhtar já era difícil, tornou-se praticamente impossível com o golo do espanhol Borja Mayoral, aos 48, de cabeça, beneficiando de corte infeliz de Kryvtsov.

Júnior Moraes ainda igualou aos 59, porém Mayoral marcaria de novo aos 72, permitindo à Roma o quarto triunfo consecutivo na Europa, algo que não acontecia desde 1998.

Depois da derrota em casa por 3-1, o Olympiacos, de Pedro Martins, tinha de vencer por 3-0 em casa do Arsenal, que na ronda anterior afastou o Benfica, mas apenas conseguiram chegar ao 1-0.

Com José Sá na baliza e Bruma a entrar aos 62 – Cedric Soares foi suplente no Arsenal –, o Olympiacos fez uma excelente segunda parte e o experiente avançado marroquino Youssef El Arabi, aos 51 minutos, fez o golo dos gregos.

Pouco depois, Aubameyang, isolado, picou a bola sobre José Sá, mas errou o alvo e depois a expulsão de Ousseynou Ba, com duplo amarelo consecutivo, praticamente acabou com as aspirações dos gregos.

Ainda hoje, o AC Milan, de Rafael Leão e Diogo Dalot, recebe o Manchester United, de Bruno Fernandes, depois do 1-1 em Old Trafford, o mesmo resultado com que o Glasgow Rangers e o Slavia Praga medem forças na Escócia.

O Ajax visita o Young Boys com o conforto do 3-0 da primeira mão, enquanto o Villarreal recebe o Dínamo Kiev depois de já ter ganhado por 2-0 na Ucrânia.

Artigo anteriorCovid-19: PM francês vai ser vacinado na 6.ª feira com AstraZeneca
Próximo artigoCovid-19: Dezasseis regiões francesas, incluindo Paris, passam a confinamento total

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here