Início Desporto Futebol FC Porto B goleia Mafra e liberta-se da lanterna-vermelha da II Liga

FC Porto B goleia Mafra e liberta-se da lanterna-vermelha da II Liga

354
0

O FC Porto B venceu hoje em casa do Mafra, por 4-0, em jogo da 26.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, num jogo que dominou por completo e lhe permite abandonar o último lugar da classificação.

Os ‘dragões’ colocaram-se em vantagem, por Evanilson, aos 19 minutos. Carraça, num livre direto, ampliou a vantagem portista, aos 22 minutos, e Dani Loader, aos 40, fechou o resultado na primeira parte. Já na reta final do encontro, aos 87 minutos, Rodrigo Conceição fechou a contagem em 4-0.

Sem perder há seis jogos e com duas vitórias seguidas, com este triunfo, o FC Porto abandona o último lugar da classificação da II Liga, com 24 pontos, onde está agora a Oliveirense, subindo ao 15.º lugar, com os mesmos pontos de Vilafranquense (16.º) e Varzim (17.º).

Publicidade

Já o Mafra, que não perdia em casa desde janeiro, somou a terceira derrota da época no Municipal de Mafra e a 11.ª na prova, na qual soma 33 pontos e ocupa o 10.º lugar.

O Mafra dispôs da primeira ocasião para inaugurar o marcador logo nos instantes iniciais. Uma bola nas costas da defesa portista deixou Gustavo Moura na cara de Ricardo Silva, mas o guarda-redes ‘azul e branco’ levou a melhor e, com uma mancha irrepreensível, impediu o primeiro golo.

Nos minutos seguintes, o FC Porto ‘virou’ o jogo a seu favor, assumiu a iniciativa e a facilidade com que explorava o flanco direito deu frutos ao minuto 19, com o primeiro golo do jogo: Malang Sarr abriu na direita, Rodrigo Conceição tirou um cruzamento teleguiado e o brasileiro Evanilson apareceu no coração da área a finalizar de cabeça, num remate imparável.

O Mafra ainda estava a tentar perceber como ia responder à desvantagem quando a equipa de António Folha fez o 2-0, num livre de Carraça que enganou toda a gente.

Ainda distante da baliza saloia, o lateral do FC Porto B cobrou o livre de forma direta e fez a bola entrar entre o guarda-redes e o poste, deixando Carlos Henriques ‘mal na fotografia’.

Rodrigo Conceição, filho de Sérgio Conceição, treinador da equipa principal do FC Porto, teve uma primeira parte de grande nível e foi ele que voltou a assistir Dani Loader para o terceiro golo dos ‘dragões’.

Já depois de os mafrenses terem desperdiçado duas boas ocasiões para reduzirem a desvantagem, o extremo foi mais eficaz e, depois de ‘roubar’ a bola à defesa do Mafra, cruzou tenso para o avançado inglês, que só teve de encostar para o 3-0 no Municipal de Mafra.

Com o jogo praticamente resolvido nos primeiros 45 minutos, o FC Porto entrou no segundo tempo mais expectante. Ainda assim, Evanilson foi o primeiro a mostrar serviço, num remate forte no lado esquerdo e que só não deu golo porque Carlos Henriques, desta feita, se opôs com uma grande defesa.

Certamente por saber que tinha poucas possibilidades de voltar a entrar na discussão do jogo, o Mafra surgiu pouco organizado em campo, e a melhor ocasião para reduzir apareceu ao minuto 64, num lance em que Ismael lançou Gustavo Moura pela esquerda, o brasileiro assistiu Edi Semedo na área, mas o avançado desperdiçou com a baliza à sua mercê.

Com o Mafra a definhar, foi o FC Porto a voltar a brilhar: Dani Loader ameaçou, num lance genial em que fez a bola embater no poste, e Rodrigo Conceição ‘carimbou’ o resultado final e uma grande exibição ao marcar o 4-0.

Encostado ao flanco direito, o extremo decidiu partir para a baliza, deixou para trás dois defesas do Mafra e só parou depois de picar a bola por cima de Carlos Henriques.

Jogo no Estádio Municipal de Mafra.

Mafra – FC Porto B, 0-4.

Ao intervalo: 0-3.

Marcadores:

0-1, Evanilson, 19 minutos.

0-2, Carraça, 22.

0-3, Dani Loader, 40.

0-4, Rodrigo Conceição, 87.

Equipas:

– Mafra: Carlos Henriques, Nuno Campos, Miguel Lourenço, Pedro Barcelos (Gui Ferreira, 46), Bruno Silva, João Miguel, Carlos Daniel, Ismael (Kaká, 67), Andrézinho (Okitokandjo, 59), Rodrigo Martins (Edi Semedo, 58) e Moura (Lee, 74).

(Suplentes: Filipe Neves, João Cunha, Okitokandjo, Gui Ferreira, Kaká, Lee, Wenderson, Tomás Domingos e Edi Semedo).

Treinador: Filipe Cândido.

– FC Porto B: Ricardo Silva, Carraça, João Marcelo, Malang Sarr, Tiago Matos (Pedro Justiniano, 88), Rodrigo Conceição, Bernardo Folha (Gonçalo Borges, 82), Rodrigo Valente (Rafael Pereira, 77), Romário Baró, Evanilson (Mor N’diaye, 81) e Dani Loader (Igor Cássio, 88).

(Suplentes: Ivan Cardoso, Johan Gómez, Mor N’diaye, Rafael Pereira, Gonçalo Borges, Rodrigo Pinheiro, Pedro Justiniano, Carlos Gabriel e Igor Cássio).

Treinador: António Folha .

Árbitro: André Narciso (AF Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pedro Barcelos (21), Ismael (35), João Marcelo (45), Nuno Campos (55), Ricardo Silva (72) e Carlos Daniel (80).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Artigo anteriorLuxemburgo: Marco Coutinho reforça a Polícia Grã-Ducal
Próximo artigoBasquetebolista português Neemias Queta declara-se para o ‘draft’ da NBA de 2021

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui