Início Política Presidenciais: Marcelo felicitado pelo Grão-Duque Henri

Presidenciais: Marcelo felicitado pelo Grão-Duque Henri

516
0
© Maison du Grand-Duc / Emmanuele Scorcelletti

Marcelo Rebelo de Sousa falou hoje com os chefes de Estado de Itália, Grécia e Luxemburgo, que o felicitaram pela sua reeleição como Presidente da República e com quem também discutiu a pandemia de covid-19.

De acordo com notas divulgadas no portal da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa “falou esta manhã ao telefone com o Presidente italiano, Sergio Mattarella”, que lhe ligou para o congratular pela sua reeleição, “tendo os dois estadistas aproveitado para abordar a pandemia, bem como a situação política, social e económica nos dois países e na Europa”.

Durante a tarde, o chefe de Estado falou com a Presidente da República Helénica, Katerina Sakellaropoulou, que o quis felicitar pela reeleição, e nessa conversa telefónica os dois abordaram “as relações entre a Grécia, a Turquia e Chipre” e discutiram “a situação pandémica e as suas consequências sociais e económicas”.

Publicidade

De noite, antes de fazer uma declaração ao país sobre a renovação do estado de emergência, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu um telefonema do grão-duque Henrique do Luxemburgo, que o congratulou pela reeleição, “tendo os dois estadistas aproveitado para abordar a situação da pandemia, designadamente o impacto na importante comunidade portuguesa no Luxemburgo”.

Ainda segundo o portal da Presidência da República na Internet, na quarta-feira Marcelo Rebelo de Sousa falou por telefone com o Presidente da Áustria, Alexander van der Bellen.

Na terça-feira, o chefe de Estado recebeu felicitações por telefone do rei de Espanha, Felipe VI, e do seu homólogo alemão, Frank-Walter Steinmeier, com quem falou igualmente sobre a pandemia de covid-19.

No domingo, Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito Presidente da República com mais de 2,5 milhões de votos, correspondentes a 60,70% do total de votos expressos, numas eleições em que a socialista Ana Gomes ficou em segundo lugar, com 12,97%, e aproximadamente 496 mil votos.

O chefe de Estado conseguiu uma votação reforçada, com perto de 120 mil votos a mais do que na sua eleição em 2016, e obteve a terceira maior percentagem em eleições presidenciais em democracia em Portugal e a segunda maior numa reeleição.

Em Portugal, já morreram mais de 11 mil doentes com covid-19 e foram contabilizados até agora mais de 685 mil casos de infeção com o novo coronavírus, de acordo com a Direção Geral da Saúde (DGS).

Hoje registou-se um novo máximo de 303 mortes em 24 horas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.