Início Saúde Covid-19: Alemanha volta a registar mais de mil óbitos em 24 horas

Covid-19: Alemanha volta a registar mais de mil óbitos em 24 horas

213
0

A Alemanha volta a registar mais de mil óbitos por covid-19 e 20.398 contágios, em 24 horas, de acordo com os dados do Instituto Robert Koch (RKI).

As autoridades sanitárias contabilizaram 1.013 vítimas mortais e 20.398 contágios por SARS CoV-2 no último dia.

Por outro lado, no conjunto da Alemanha, a incidência acumulada nos últimos sete dias situa-se em 119,0 casos por cada 100 mil habitantes, a mais baixa desde o dia 01 de novembro.

Publicidade

Na última semana registaram-se 98.946 contágios a nível nacional.

Nos estados da Turíngia, Brandeburgo, Saxónia-Anhalt e Saxónia a incidência acumulada é superior à média nacional.

O pico da incidência registou-se no passado dia 22 de dezembro com 197,6 novas infeções por cada 100 mil habitante, num período de uma semana.

No total, o país soma 49.783 mortos e 2.088.400 contágios desde o início da pandemia.

O número máximo de casos registou-se no passado dia 18 de dezembro com 33.777 novas infeções.

Na quinta-feira passada contabilizou-se o maior número de óbitos em 24 horas: 1.244 óbitos.

De acordo com as autoridades sanitárias 1.762.200 pessoas conseguiram curar-se da doença.

O RKI indica que existem hoje 276.400 casos ativos.

O número de pacientes com covid-19 nas unidades de cuidados intensivos ascendia na quarta-feira a 4.836, dos quais 2.777 precisam de respiração assistida, de acordo com os dados da Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos.

O fator de reprodução (R) que considera as infeções num intervalo de sete dias situa-se, no conjunto da Alemanha, em 0,87 – o que implica que cada 100 infetados contagiam, em média, 87 pessoas.

Desde o dia 26 de dezembro, o número de pessoas que já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 na Alemanha ascende a 1.254.760 e 42.670 já foram inoculadas pela segunda vez.

A chanceler alemã, Angela Merkel, e os presidentes regionais concordam com a implementação do uso de máscaras cirúrgicas FFP2 nos transportes públicos e nos estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar por serem considerados essenciais.

Desde o princípio do passado mês de dezembro que os locais de diversão, desporto, cultura e restauração estão fechados e as escolas permanecem encerradas assim como os estabelecimentos comerciais não essenciais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.