Início Atualidade Luxemburgo: Partido Liberal considera teletrabalho para colaboradores fronteiriços

Luxemburgo: Partido Liberal considera teletrabalho para colaboradores fronteiriços

136
0
Temas como o teletrabalho e o suicídio foram debatidos , hoje, no centro do registo parlamentar do DP (Demokratesch Partei).

O partido fez um balanço de ano parlamentar e aproveitou para referir o suicídio como um tema ao qual se deverá prestar a devida atenção e, segundo o líder do PD, Gilles Baum, “O suicídio não deve ser tabu, porque é uma realidade no Luxemburgo”, afirmou esta segunda-feira de manhã.

O DP também considerou que o teletrabalho tem sido um sucesso para ultrapassar a crise, devendo ser consolidado. Gilles Baum, afirmou que gostaria de providenciar um dia de teletrabalho para os trabalhadores fronteiriços.

No entanto, tendo em conta o que o líder do DP afirmou, o ministro das Finanças, Pierre Gramegna, considerou que ainda é demasiado cedo para fazer uma avaliação definitiva, mas que não podemos esquecer que o contacto social é limitado durante o teletrabalho e que as negociações são mais complicadas à distância.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.