Início Atualidade Covid-19: Regras para quem viaja de avião em vigor a partir da...

Covid-19: Regras para quem viaja de avião em vigor a partir da meia-noite de sábado

895
1
 As novas regras para quem viaja de avião de e para Portugal entram em vigor a partir das 00:00 de sábado, dia 01 de agosto, foi hoje anunciado pelo Governo.

O Governo refere que duplica o número de países externos à União Europeia e ao Espaço Schengen que podem ter ligações aéreas regulares de e para Portugal por apresentarem um quadro epidemiológico positivo.

Os países são os seguintes: Austrália, Canadá, China, Coreia do Sul, Geórgia, Japão, Marrocos, Nova Zelândia, Ruanda, Tailândia, Tunísia e Uruguai.

O ministro da Administração Interna, Eduardo cabrita, já tinha referido na conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros de hoje que os voos de e para outros destinos serão permitidos apenas para a realização de viagens essenciais.

Publicidade

São consideradas viagens essenciais as que permitem “o trânsito, entrada ou saída de Portugal aos cidadãos nacionais da EU ou de países associados ao Espaço Schengen e respetivos familiares e aos estrangeiros com residência legal num Estado Membro da UE, bem como aquelas que sejam realizadas por motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar, por razões de saúde ou por razões humanitárias”, acrescenta a nota.

Os passageiros continuam a dever apresentar um teste negativo de rastreio à covid-19, realizado nas 72 horas anteriores à partida. Esta medida é excecionada aos que estejam em trânsito e não tenham de deixar as instalações aeroportuárias.

“Os cidadãos nacionais e estrangeiros com residência legal em Portugal e ainda o pessoal diplomático acreditado em Portugal que, a título excecional, não apresentem aquele comprovativo terão de fazer o teste à chegada, em instalações no interior do aeroporto, e a expensas próprias”, explica.

Caso estes se recusem a fazer o teste à chegada incorrem nos crimes de desobediência e propagação de doença contagiosa.

Relativamente aos cidadãos estrangeiros “será recusada a entrada em território nacional de todos os passageiros que embarcarem sem o teste realizado, sendo a companhia aérea objeto de uma contraordenação em caso de incumprimento”, precisa a nota.

Fonte: Lusa

Artigo anteriorCovid-19: Espanha regista aumentos de casos nas últimas 24 horas com cerca de 1.229 novos contágios
Próximo artigoAcidente: Colisão entre dois veículos faz um ferido ligeiro

1 COMENTÁRIO

  1. Austrália positivo???

    E os últimos 600 casos em Melbourne durante a noite passada??

    E os mais de 10,000 casos no estado de Victoria ??

    Já para não falar de Sydney e arredores, onde fecharam 3 escolas…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui