Início Ciclismo Volta a Portugal Volta a Portugal mantém-se nas datas previstas em novo calendário UCI

Volta a Portugal mantém-se nas datas previstas em novo calendário UCI

445
0

A Volta a Portugal em bicicleta mantém-se nas datas programadas, de 29 de julho a 9 de agosto, segundo o calendário revisto hoje publicado pela União Ciclista Internacional (UCI).

O novo esquema de competição, que já passa a incluir as provas de escalão ProSeries, classes 1 e 2 e provas de seleção, além de sub-23 e juniores, revela ainda que o Grande Prémio Internacional Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho terá este ano menos um dia.

Também as datas foram alteradas, passando agora a prova 2.2 para o período entre 24 e 26 de julho, correndo-se em três dias em vez dos quatro previstos, com a 42.ª edição a ter novo arranque 15 dias depois do inicialmente agendado.

Publicidade

Após a paragem devido à pandemia da covid-19, a primeira prova do calendário UCI é o Sibiu Cycling Tour, na Roménia, de 02 a 05 de julho, marcando o regresso do ciclismo após uma prolongada paragem desde março.

O novo calendário, que também inclui provas das elites femininas, permitiu aos organizadores encontrar “novas datas para 91 eventos” que tinham a sua realização em causa.

Os ciclistas poderão, nota a UCI em comunicado, disputar este ano “uma temporada sem precedente”, no qual mais de 1.000 eventos foram adiados ou cancelados, o equivalente a 45% do calendário.

“A UCI aplaude o empenho dos organizadores em reconstruírem o calendário, apesar do contexto extremamente difícil. […] A segurança dos atletas e todos os envolvidos continua a ser a principal prioridade”, nota aquele organismo, que destaca ainda que poderão ser feitos ajustes ao calendário mediante a evolução da pandemia, em reuniões marcadas para 9 e 10 de junho.

Em 5 de maio, a federação internacional já tinha divulgado o calendário do WorldTour, o principal escalão do ciclismo mundial, que tem o seu reinício agendado para 01 de agosto.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 318 mil mortos e infetou mais de 4,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.247 pessoas das 29.432 confirmadas como infetadas, e há 6.431 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

 

 

Artigo anteriorCriança de 6 anos morre em acidente em Samora Correia, automobilista em fuga
Próximo artigoCédric Soares oferece material médico ao serviço de urgência do Montijo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui