Início Atualidade Covid-19: Câmara de Lisboa lança hoje linha de apoio psicossocial

Covid-19: Câmara de Lisboa lança hoje linha de apoio psicossocial

343
0
Câmara Municipal de Lisboa Foto: Getty Images

Uma linha de apoio psicossocial é hoje lançada pela Câmara de Lisboa e, além do apoio psicológico adequado às dificuldades reportadas, irá responder aos problemas sociais que as pessoas apresentem.

A nova linha “Liga-te”, disponível no número 800 916 800, irá funcionar 24 horas por dia, inclusive ao fim de semana, e será supervisionada pela Associação Portuguesa de Psicanálise e Psicoterapia Psicanalítica, através de um protocolo celebrado com a Câmara de Lisboa.

O serviço diário de 24 horas será assegurado por psicólogos clínicos.

Publicidade

Segundo o vereador responsável pelo pelouro dos Direitos Sociais, Manuel Grilo (BE, partido que tem um acordo de governação da cidade com o PS), a nova linha “além de disponibilizar o apoio psicológico adequado às dificuldades sentidas pelas pessoas que a ela recorrem, faz algo único no país”, respondendo, através dos serviços de Direitos Sociais da autarquia e da Rede Social da cidade, “aos problemas sociais que as pessoas possam apresentar.”

“A pobreza e a exclusão social geram, muitas vezes, situações de perturbação emocional ou agravamento de doença mental. Por isso lançamos esta linha de atendimento psicossocial”, salienta o autarca.

Assim, segundo é referido numa nota do gabinete de Manuel Grilo, “a resolução do problema social passa ser um fator organizador do ponto de vista psicológico permitindo que a pessoa readquira a estabilidade emocional tão necessária neste período de crise” devido à pandemia de covid-19.

“Isto é feito não só com terapia, mas respondendo ao fator que despoletou a perturbação da saúde mental”, é acrescentado.

Portugal contabiliza 1.342 mortos associados à covid-19 em 31.007 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia, divulgado na terça-feira.

Relativamente ao dia anterior, há mais 12 mortos (+0,9%) e mais 219 casos de infeção (+0,7%).

O número de pessoas hospitalizadas baixou de 531 para 513, das quais 71 se encontram em unidades de cuidados intensivos (menos uma).

O número de doentes recuperados é de 18.096.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.