Início Desporto Casal de Cambra acolhe elite nacional e estrelas estrangeiras do tiro com...

Casal de Cambra acolhe elite nacional e estrelas estrangeiras do tiro com arco

513
0

A elite portuguesa e algumas grandes figuras internacionais do tiro com arco vão estar presentes este fim de semana em Casal de Cambra para disputar a quinta edição do Real Archery Tournament.

Sob a organização do Real Sport Clube e com o apoio da Federação Portuguesa de Tiro com Arco, o torneio integra o calendário da federação internacional da modalidade (World Archery) e tem como cabeça de cartaz o arqueiro italiano Mauro Nespoli, de 32 anos, medalha de ouro na competição por equipas dos Jogos Olímpicos de Londres2012 e quarto do ranking mundial na especialidade de arco recurvo.

“Podemos esperar uma grande prova, que cada vez mais tem uma popularidade e um reconhecimento maiores. O nosso objetivo é conseguir trazer arqueiros estrangeiros e com o tempo tornar esta prova de nível mundial”, explica à Agência Lusa João Gutierrez, um dos responsáveis pela organização deste torneio, acrescentando: “O Mauro Nespoli mostrou-se muito recetivo e aderiu. É uma forma de dar nome a nível internacional à nossa prova.”

Publicidade

Esta quinta edição tem um total de 130 arqueiros – um recorde ao nível das inscrições, superando os 96 da edição de 2017 -, provenientes de oito países. Portugal fornece 81 arqueiros, Espanha traz 31 – entre os quais Sergio Martinez, arqueiro cabeça de cartaz numa das anteriores organizações – e a Suíça conta 13, com Itália, Países Baixos, África do Sul, China e Brasil a serem todos representados por um único atleta.

Sem deixar de assinalar o “muito esforço” e os “recursos humanos, materiais e monetários” exigidos para levar por diante este evento, o também treinador e seccionista de tiro com arco no Real Sport Clube nota a presença “a nível nacional de praticamente todos os melhores arqueiros”, destacando, na variante ‘compound’, os nomes de Cláudio Alves e Nuno Simões.

Entre as novidades da competição de 2020, João Gutierrez enfatiza a evolução das condições técnicas, mas, sobretudo, a determinação em garantir uma prova de qualidade.

“Tentamos sempre aprender com o que correu menos bem para tentar melhorar no ano seguinte. Somos muito experientes no tiro com arco e na organização de provas a nível nacional, o que nos dá uma experiência grande para levar por diante esta prova. Vamos ter marcações eletrónicas, ecrãs com as pontuações e materiais próprios para a organização”, resume.

A nível financeiro, o Real Archery Tournament apresenta um prémio máximo de 500 euros para o primeiro classificado e um mínimo de 30 euros para os quinto, sexto, sétimo e oitavo lugares nas categorias de seniores. Já na variante Freestyle, o prémio máximo foi fixado nos 200 euros, enquanto o valor mínimo ficou estipulado nos 40 euros, destinado ao terceiro classificado.

Para sábado, estão reservados os oitavos e quartos de final, enquanto no domingo se realizam as meias-finais e finais de todos os escalões (infantis, jovens e seniores masculinos e femininos). O torneio decorre no Pavilhão Desportivo Municipal de Casal de Cambra, no concelho de Sintra.

Artigo anteriorMorreu o antigo secretário de Estado e ex-presidente da Câmara da Figueira da Foz João Ataíde
Próximo artigoPortugal alcança “honroso” terceiro lugar no europeu de futsal de padres

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui