Início Religião Papa Francisco inicia hoje visita de dez dias à África austral

Papa Francisco inicia hoje visita de dez dias à África austral

632
0

O Papa Francisco partu hoje de manhã para uma viagem de dez dias à África austral, devendo chegar no final da tarde a Moçambique, o primeiro país de um périplo que inclui ainda por Madagáscar e Ilhas Maurícias.

O líder da Igreja Católica saiu de Roma pelas 08:00 locais (07:00 de Lisboa), com destino ao aeroporto da capital moçambicana, Maputo.

A chegada de Francisco ao país lusófono está estimada por volta das 18:30 locais (17:30 de Lisboa), onde será recebido numa cerimónia no aeroporto de Maputo, naquele que é o único ponto da agenda do Papa no primeiro dia.

Publicidade

Durante a viagem episcopal a Moçambique, o Papa irá reunir-se com o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, e com representantes da sociedade civil, autoridades e do corpo diplomático.

Também membros do clero e de instituições religiosas serão visitados pelo Papa, assim como um hospital na capital.

Um dos momentos-chave da intervenção do papa em Moçambique será na missa campal de sexta-feira, no Estádio Nacional do Zimpeto, que se espera cheio e com projeção complementar no exterior, para quem não conseguir lugar.

O Papa Francisco, que é o primeiro líder da Igreja Católica a visitar Moçambique desde João Paulo II, em 1988, ficará no país até sexta-feira, antes de viajar para Madagáscar.

Filipe Nyusi afirmou na terça-feira que estão criadas as condições para a visita do Papa e que esta se trata de uma grande festa e de um momento para reflexão entre moçambicanos.

“O trabalho foi feito ao detalhe, incluindo coisas que nem fazem parte da visita, mas foram reparadas. As condições estão criadas e estamos satisfeitos”, disse o chefe de Estado moçambicano, falando durante a última visita aos locais por onde o Papa Francisco vai passar em Moçambique.

“Todos os moçambicanos são exortados a acompanhar esta visita. É um dia de festa e foi decretada tolerância de ponto para Maputo. É um momento para celebrarmos e para estarmos juntos”, afirmou Filipe Nyusi, acrescentando que o país deve aproveitar o momento para refletir.

De acordo com o censo geral da população moçambicana de 2017, a religião católica é seguida por 26% da população, o maior grupo, o Islão representa 18%, a religião zione 15%, evangélicos/pentecostais 14% e anglicanos cerca de 1%.

Artigo anteriorUS Open: Roger Federer eliminado pelo búlgaro Grigor Dimitrov
Próximo artigoPentágono desbloqueia 3,6 mil milhões de dólares para muro na fronteira mexicana

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui